O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


sexta-feira, 2 de março de 2012

A taxa de desemprego irá atingir os 20%

Na minha atividade profissional diária contato com inúmeros empresários e consultores de empresas e desde há  6 meses que noto que a situação económico-financeira destas está muito periclitante, instável, com os líderes empresariais a baixarem os braços e a darem a situação por perdida.
O Eurostat indicava ontem que a taxa de desemprego no mês de janeiro chegou aos 14,8% e na minha perspetiva no final de 2012 estará nos 20%. Basta pensarmos  que além da redução de trabalho nas empresas há elevado número de pessoas que estão permanentemente em formação profissional, assim como formadores e empresas de organização da formação e que do resultado destas ações pagas com o dinheiro dos impostos não resulta maior empregabilidade.
Mesmo que o governo e a comissão europeia arrepiem caminho e promovam o crescimento económico porque a tal serão obrigados pela situação económica financeira de Portugal e demais países europeus em crise, tem que se assumir que haverá um período temporal de inércia entre o inicio da aplicação das medidas e o aparecimento de resultados e na minha opinião, esse intervalo de tempo mínimo será de um ano, em que a taxa de desemprego e demais indicadores económicos irão incrementarem-se.

Sem comentários: