O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


quarta-feira, 11 de abril de 2012

A crise e as margens brutas praticadas pela distribuicao organizada

Os produtos agrícolas portugueses que estejam dependentes da distribuicao organizada tem um grave problema de rentabilidade porque apesar da quebra na procura as cadeias de supermercados querem manter as margens do negocio esmagando os seus fornecedores. Por outro lado, a guerra de preços entre o Continente e o Pingo Doce também contrbui para a baixa dos preços nos agricultores. Verifico que nas frutas de rotação, macas, bananas, peras, etc. as margens brutas sao reduzidas ou negativas durante as promoções. As margens brutas no kiwi sao na ordem de 100% como fruta de rotação media, aumentando varias vezes as margens brutas nas frutas de baixa rotação. Quem pode inverter esta situação? Espero os comentários dos meus leitores!

Sem comentários: