O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


sexta-feira, 11 de maio de 2012

Ajudas a jovens agricultores em pequenos frutos

"José Romão disse...

Boa tarde Sr. Engenheiro Martino...
Parabéns desde já pelo excelente blog

O meu nome é José Romão de Celorico de Basto - Braga

A minha questão passa pelo seguinte:

1- Somos três indivíduos com idades compreendidas entre os 18 e os 40 anos e todos com mais que o 9º ano.
Se eventualmente fizer-mos um investimento no Jovem agricultor através de uma empresa agrícola que albergue as quotas dividas em 33,333% por cada um conseguimos receber de prémio a 1ª instalação 120.000€ ou seja 40.000€ por cada um.

2 - Outra questão é a seguinte se encaixarmos em projeto a aquisição dos terrenos qual é o valor máximo que conseguimos obter de apoio.

3 - Uma vez que não temos muito dinheiro estamos desempregados e está difícil conseguir na banca, qual o valor arredondado que deve ter cada projeto para ficar com algum dinheiro para fazer face as despesas antes da sua máxima produção. Alguns colegas falam que não devo ultrapassar os 80.000€ outros falam em 120.000€ do total do investimento em frutos vermelhos em 2HA.


4 - Qual o prazo médio que demora a aprovar o projeto após submissão.

Muito Obrigado
Cordiais cumprimentos
10 de Maio de 2012 13:08"


Comentários:

1 - A resposta á questão 1 é: não. O projeto nas condições indicadas recebe 40 000 euros como prémio de 1.ª instalação. Para optimizarem o valor dos prémios devem apresentar três candidaturas individuais de jovens agricultores: 30 000 euro x  3 = 90 000 euros. Para receberem os 120 000 teriam que apresentar três candidaturas, cada uma com dois jovens agricultores, preceisam de 6 jovens agricultores = 40 000 euros/projeto de empresa com 2 jovens agricultores x 3 candidaturas.

Conclusão: os prémios de 1.ª instalação são pagos às entidades proponentes, individuais ou empresas, nestas se tiverem dois jovens agricultores sócios o prémio aumenta 10 000 euros de 30 000 euros, prémio individual, para 40 000 euros. Na minha opinião, para o investimento que pretendem fazer, deveriam candidatar 2 projetos individuais e deixar o 3.º jovem para candidatar no próximo período de ajudas de 2014 a 2020.


2 - Consulte este blog neste blog o valor dos apoios à aquisição dos terrenos (o valor do subsídio varia entre 5% a 6% do valor do investimento). 

Em síntese, não recomendo a compra de terrenos, devem optar pelo arrendamento para empregarem o máximo de apoio nos investimentos, com menor incidência de capitais próprios.


3 - Não conseguem ficar com dinheiro para suportar os custos de exploração e o valor do IVA do investimento porque não são elegiveis, apesar do ProDeR apoiar com 100% do valor do investimento até 75000€.

Deve optar com framboesas em estufas para ter uma produção com futuro e rentabilidade, assim como obter rendimento no mesmo do ano do investimento. Como corolário, vão ter de conseguir financiamento bancário atrávés do V/ trabalho ou terão de encontrar um sócio que seja conhecido da banca e que seja o garante do empréstimo. A Espaço Visual presta serviços de assessoria na obtençâo de financiamento bancário, caso tenham interesse devem contatar a eng. Sónia Moreira (sonia.moreira@espaco-visual,.pt; 917 052 857).

4 - Demora 3 a 8 meses a obtenção do contrato das ajudas e posteriormente, 1 a 2 meses para se obter o crédito na conta bancária do proponente do prémio de 1.ª instalação.   

Sem comentários: