O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


quinta-feira, 31 de maio de 2012

Dificuldades no acesso à terra

"Caro Eng. José Martino,

Estou nesta fase de procura de terreno há 1 mês sensivelmente e fico bastante preocupado com os períodos que refere como norma para encontrar um espaço, não tenho esta disponibilidade de tempo tão alargada.

1. Poderia referir quais são as estratégias com mais sucesso para obtenção de terreno? Tenho encontrado bastante receio com os períodos de arrendamento que procuro, a partir de 15 anos...

2. Inúmeras pessoas têm terras incultas na família e não sabem onde se dirigir, e se a EV "saltasse" à frente de iniciativas públicas e constituísse ela própria um banco de terras, de submissão voluntária para estas pessoas que não utilizam as terras mas gostariam de as ver aproveitadas?

Seria um modo de estimular a mobilização do poder local e nacional para a questão.

Cumprimentos,

Nuno Oliveira"


Comentários:
1 - Reitero que os jovens agricultores para encontrarem terrenos para constituirem uma exploração agrícola, com solos e climas, dimensão, período temporal de arrendamento para permitir a rentabilização dois nvestimentos, etc.necessitam entre 6 meses a 2 anos.


2 - As estratégias de maior sucessso passam por visitar mais terrenos, fazer contactos com todas as pessoas que o conhecem e o podem recomendar, independentemente de estarem ligadas à agricultura porque há casos de pessoas que não estando ligados diretamente à agricultura têm familiares, amigos e conhecidos que detêm terra  e estão abertos a arrendá-la se o potencial rendeiro lhes for recomendado como pessoa de confiança que "leva a carta a garcia" (conheço vários casos que um desconhecido arrendou uma parcela em determinada freguesia e ao longo dos anos, os vizinhos tendo verificado a forma irreprensivel com a terra é tratada, foram oferecendo outras propriedades para arrendar e explorar).


3 - Defendo a bolsa pública de terras como forma mais eficaz de convencer os proprietários para a bondade do interesse público dos arrendamentos por prazos alargados de tempo (acima dos 15 anos).


4 - A Espaço Visual está a trabalhar de forma incipiente em conseguir prestar serviços aos proprietários ajudando-os no arrendamento das suas terras, bem como, tentando conseguir explorações para os jovens agricultores.


5 - A Espaço Visual está em negociações com diversos municipios, ao longo do território nacional, com o objetivo de lançar bolsas de terras concelhias.


6 - Recomendo que escrevam à Sra. Ministra da Agricultura expondo a V/ experiência, dificuldades, desilusões, custos, etc. na angariação de terras para se instalarem como jovens agricultores.


7 - Descrevam neste blog o processo que estão a viver no acesso à terra porque é necessário que a opinião pública, os políticos e os media tenham consciência deste grave estrangulamento na agricultura portuguesa 

Sem comentários: