O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


domingo, 20 de maio de 2012

Mirtilos (8) e Avelâs



Rafael Cordeiro disse...
"Bom dia Sr. Eng. José Martino

Antes de mais quero felicitá-lo porque parece-me realmente profícuo o serviço que está a prestar neste seu blog. Encontrei-o enquanto pesquisava a internet acerca de mirtilos e vejo que tem esclarecido muita gente que a si se tem dirigido.

Nesse sentido, gostaria também de lhe colocar a seguinte questão:

Possuo alguns terrenos dispersos pelo distrito de Viseu que pretendo rentabilizar, mas estou indeciso entre cultivar mirtilos ou avelãs. Os mirtilos são certamente mais rentáveis mas também muito sensíveis pelo que precisam de grande disponibilidade e eu só poderei dedicar-me a este projecto em part-time. A opção das avelãs surge pela sua grande capacidade de adaptação e pelo facto de o meu pai ter plantado recentemente meio hectare (poderá ser interessante aumentar essa área em vez de me dedicar a uma cultura diferente). Não sei muito acerca da rentabilidade da aveleira mas penso que, em comparação com outros frutos, ainda é considerável.

Posto isto, na sua opinião qual é a melhor opção?

A área a cultivar será, numa primeira fase, de cerca de um hectare e pretendo fazê-lo através de uma candidatura aos incentivos para instalação de jovens agricultores.

Cumprimentos,
Rafael Cordeiro"


Comentários:
1 - Na minha opinião, o investimento nas avelãs será interessante se a dimensão da exploração for superior a 10 ha (precisa de mecanizar a colheita). Para obter pormenores sobre esta interessante cultura recomendo que contate a Eng. Arminda Lopes na Estação Agrária de Viseu, DRAPC 
 
2 - Consegue instalar-se um jovem agricultor com 1 ha de mirtilo.
 
3 - O mirtilo obriga a que tenha disponibilidade de mão de obra para a colheita, 4 a 6 pessoas, durante 1,5 meses, partindo do pressuposto que coloca 1 ha com pelo menos 4 variedades de mirtilo com maturações não coincidentes. Por outro lado, obriga a que durante a colheita tenha alguém responsável pelo controlo de qualidade porque terá que garantir que dentro de cada cuvete, tabuleiro e palete, os frutos têm o mesmo padrão de coloração e o mesmo estado de maturação, sob pena se ser zero o valor comercial dos mirtilos.




4 - Na minha perspetiva, se tiver a dimensão de exploração, mesmo em várias parcelas, quer as avelãs, quer os mirtilos são atividades rentáveis, muito interessantes e com futuro.     

Sem comentários: