O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


quinta-feira, 4 de junho de 2015

MIRTILO

Eng. José Martino, bom dia,

Parabéns pelo seu blogue. É muito útil. É praticamente único no fornecimento de conhecimento de alguém que tem experiência e massa critica sobre as agriculturas de Portugal.

Na sua opinião a cultura do mirtilo é um sucesso ou irá ser um bluff?

Obrigado.

Cumprimentos".


Comentários:
1 - Na minha perspetiva a cultura do mirtilo é um excelente negócio porque a planta é relativamente resistente a pragas e doenças, o fruto tem forte potencial de mercado, relativamente fácil de cuidar se a plantação estiver implantada em local adequado de solo e clima, com as infraestruturas básicas inerentes (rega e fertirrigação automáticas, fins de linha com o comprimento adequado para a passagem do trator, estrutura de mecanização ajustada (trator, destroçador, pulverizador, etc.) rede antipássaro, armazém, máquina de colheita, etc.) necessita de pouca mão de obra (1 pessoa a tempo inteiro cuida de 8 a 12 hectares exceto colher; a colheita mecanizada e semi manual (1 máquina com 2 pessoas  tem rendimento mínimo de 100 kg / h). O custo total de produção será inferior a 2,5€ /kg.

2 - A organização da produção em OP's é essencial para se conseguir a valorização e o acesso ao mercado, bem como a assistência organizada que indique as melhores práticas culturais para cada exploração, ao longo de todo o ano.

3 - Parece-me que se poderá obter um rendimento liquido mínimo de 1 €/kg, o que equivalerá a pelo menos 12 000 euros / hectare. 

4 - O sucesso futuro da fileira está muito dependente da organização dos produtores para a comercialização em torno de pequeno número de OP (poucas que sejam eficientes e eficazes) e do peso percentual da superfície de  plantações mal instaladas e exploradas tenha na superfície total de mirtilos.

Sem comentários: