O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


terça-feira, 23 de junho de 2015

O que fazer num terreno com 1,5 hectares?


"Bom dia Eng José,

o meu nome é ... e tenho seguido com bastante interesse o seu blog. Gostaria de lhe expôr algumas questões, se me permite.

Eu e o meu marido temos um terreno  agrícola (1,5 ha)  na zona da Arruda dos Vinhos e estamos a pensar seriamente mudar completamente de vida e rentabilizar este terreno através da plantação de frutos vermelhos (pensávamos em framboesas, mas com algumas reticências). Como é um terreno que não está plantado, queríamos certificá-lo e produzir biologicamente, mas como lhe disse vamos partir da estaca zero.

Neste momento tenho uma atividade profissional, que estou disposta a deixar. A minha questão é, para me candidatar ao Proder tenho de estar desempregada ou posso, numa fase inicial ter uma atividade em paralelo. Se tiver que estar obrigatoriamente desempregada, posso estar a receber alguma prestação social (sub de desemprego)?

Outra questão era sobre a plantação. Acha que os frutos do bosque são uma boa aposta, tendo em conta o tamanho do terreno e a zona geográfica. Quais são as suas sugestões?

Obrigada pela disponibilidade."
 
Comentários:
1 - Para mudarem de vida profissional sem arrependimentos futuros recomendo que façam um estágio em explorações de pequenos frutos até chegarem à conclusão que essas atividades correspondem à Vossa vocação e expetativa de vida a médio longo prazo. Contem com muitas dificuldades pessoais para começarem o Vosso negócio do zero até o equilibrarem financeiramente e ao mesmo tempo, a agradável sensação de sucesso, serem capazes de fazer aquilo que colocaram nos vossos objetivos.  
 
2 - Para ser empresária agrícola recorrendo aos fundos financeiros do PDR 2020 (pacote de fundos de apoio ao investimento que vigoram de 2014 a 2020) não precisa de estar desempregada nem trabalhar a tempo inteiro na agricultura. Recomendo que continue com o seu trabalho para terceiros e só deve dedicar-se a tempo inteiro na agricultura quando a sua empresa tiver condições financeiras para lhe pagar o seu salário.    

3 - Na minha opinião devem fazer uma análise da água de rega com o objetivo de verificarem se esta não é limitativa para a cultura do mirtilo ou para a cultura da framboesa em hidroponia. Se eu fosse o empresário tomaria a decisão pela cultura dos mirtilos porque poderia acompanhar a cultura aos fins de semana e horas livres do trabalho. As férias seriam ocupadas com o acompanhamento da colheita. O equilíbrio da tesouraria faz-se em 4 a 6 anos. 

4 - A cultura da framboesa deveria ser implantada num terreno com a superfície mínima de 4 hectares, começando o investimento com 1 hectare e à medida que tivessem sucesso na cultura iriam incrementando a dimensão da atividade. A framboesa exige acompanhamento muito rigoroso a tempo inteiro, através de pessoa com perfil para comandar equipas de trabalho. Tem a vantagem de equilibrar a tesouraria em 2-3 anos. 

Sem comentários: