O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Terreno 12 hectares no Alto Alentejo: que atividades desenvolver?

Boa tarde Caro Eng. José Martino

Antes de mais obrigado por partilhar o seu conhecimento com os internautas e agradecer a sua disponibilidade para dar os seus conselhos e indicar possíveis soluções para as dúvidas dos seus leitores.

Já encontrei bastantes sites sobre a vida agrícola, mas o seu parece-me um dos mais honestos e imparciais, pelo que decidi pedir a sua ajuda.

Os meus pais são donos de um terreno com 12 hectares no Alto Alentejo, que tem um furo de água e é confrontado por uma ribeira, portanto tem água. Nesse terreno, existem alguns sobreiros e azinheiras, assim como uma zona com rochas graníticas típicas daquela zona do Alentejo, pelo que não daria para ser completamente utilizado para agricultura.

Neste momento, estamos a pensar rentabilizar o terreno com a introdução de um rebanho de ovelhas, que tem sido o conselho dos técnicos que temos contactado. Todos eles invocam a dificuldade de escoamento de produtos e o custo de mão de obra na apanha de possíveis colheitas para não recomendar plantações agrícolas.

Já vimos bastantes possibilidades na net, tais como a plantação de frutos vermelhos ou cogumelos, a criação de caracóis, entre outros... Gostaria de saber qual a sua opinião e se nos poderia ajudar a tomar a melhor decisão para rentabilizar o nosso terreno.

Agradeço desde já a sua disponibilidade, ficando à espera de um vosso contacto.
Cumprimentos


Comentários:
1 - Para 12 ha de terreno de regadio no Alto Alentejo a introdução de um rebanho de ovelhas não me parece ser um negócio com interesse porque mesmo tendo rentabilidade terá um valor por hectare muito baixo, com o inconveniente de ser obrigado a tratar dos animais ao longo de 365 dias por ano.

2 - Deve elencar as atividades com aptidão para clima e solo do terreno que possui.

3 - Deve avaliar as formas e canais de valorização, e colocação no mercado.

4 - Deve optar pela atividade que otimize os pontos 2 e 3 e ao mesmo tempo esteja em linha com a sua vocação e o seu perfil (mais ou menos intensivo) ou que se aproxime do seu gosto pessoal (exemplo: a cultura da framboesa pode ser cultivada de forma rentável em 1 a 3 hectares, embora no meu caso pessoal, sentir-me-ia imensamente infeliz se tivesse que passar anos da minha vida confinado diariamente a 100 m x 100 m a 300 m).

4 - Opções teóricas: mirtilos, macieiras, pereiras, caracóis, plantas aromáticas e medicinais, etc.

5 - Estratégia a seguir para desenvolver o seu negócio:
a) Pesquisar na net dados para elaborar um plano de negócios, produtores, ... demais dados que necessite para se sentir confortável para tomar a decisão de investimento.
b) Visite todos e produtores e técnicos de cada uma dessas atividades
c) Complete o melhor possivel o seu plano de negócios
d) Contrate uma empresa de consultoria para lhe validar a informação recolhida, completar aquela que não teve acesso e rever o seu plano de negócios.
e) Tome a decisão de investir

6 - Marque uma consulta com o Arq. Benjamim Machado da Espaço Visual (924 433 183)



Sem comentários: