O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


sábado, 8 de outubro de 2016

Sei que não vai ser publicado, gostava apenas que, já que responde e dá conselhos, estes sejam o mais exatos e realistas possível.

"30 hectares? Para além de não ser necessário tanto terreno para apenas 40 cabeças, é praticamente impossível adquirir tamanho terreno na zona mencionada. E mesmo que fosse ou já o tivesse, com 30 hectares mantinha mais de cem cabeças sem dificuldade. Informação com muito pouco conhecimento. Sei que não vai ser publicado, gostava apenas que, já que responde e dá conselhos, estes sejam o mais exatos e realistas possível."

Comentários:

O comentário acima foi escrito por um leitor neste post:

Kiwi amarelo ou bovinos de engorda?

Boa noite senhor engenheiro,
O meu nome é ... e queria a sua opinião, porque eu quero meter um projeto jovem agricultor aqui na zona de Fafe e estava a pensar meter kiwi amarelo, mas também adoro animais e também quero, ao mesmo tempo, ter uma exploração de engorda de novilhos cruzados de raça galega/minhota com angus ou limousine. Gostaria que o senhor engenheiro me desse a sua opinião sobre isto, agradeço a sua colaboração, Obrigado

Comentários:
1 - Para a região indicada, se o seu terreno não tiver má drenagem atmosférica, o kiwi amarelo é melhor solução que as opções que indicou.

2 - Para os bovinos de engorda deve pensar numa exploração com pelo menos 40 animais e 30 hectares de terreno.  Será uma mais valia se produzir no modo biológico


O qual me merece os seguintes comentários:
1 - Este blog veicula as opiniões do seu autor, as quais têm por base a realidade que encontra no terreno e a responsabilidade de se conseguirem condições de sustentabilidade económica e ambiental das exploraçeos ao longo de muitos anos.

2 - Prefiro indicar as condições mais exigentes para uma exploração ser rentável do que embarcar em facilitismo ou seja, os 30 hectares de terreno podem ser muito parcelados, podem ter limitações de fertilidade de solo e de utilização, etc. 

3 - A minha preocupação é transmitir que uma exploração deste tipo deve assentar a sua estratégia em pastagens e na produção de forragens próprias com baixo custo de produção pois esta é a base da competitividade da produção de carne de bovino, tendo os concentrados e a compra de alimentos fibrosos (palhas) um papel marginal nos custos.

4 - Há produtores que conseguem fazer explorações desta dmensão (30 ha) e superiores, juntando parcelas 
próprias com arrendadas, parcelas estas de vários proprietários. Não sendo um processo fácil, não o é de todo impossivel. 

5 - Indiquei o número de animais (40) para garantir o equilibrio da tesouraria da empresa e o rendimento adequado de uma família da classe média. Se os terrenos da exploração esiverem em poucas parcelas e tiverem excelentes condições para produção de alimentos, certamente que o número de animais pode ser superior, o que acarreta melhorias na rentabilidade (faz parte da minha responsabilidade indicar o pior cenário dentro dos que têm rentabilidade)

6 - Iniciar uma exploração deste tipo é muito exigente para o empresário, quer do ponto de vista pessoal, quer do ponto de vista do negócio e requer grande responsabilidade para se manter no longo prazo, sendo recomendável ter uma estratégia de produção que equacione o cenário do valor dos subsídios ao rendimento (animais, pastagens, etc.)  baixarem drásticamente, mas mesmo neste caso manter a sustentabilidade do negócio.

NOTA: O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.     

Sem comentários: