O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


quinta-feira, 27 de outubro de 2016

PHYSALIS

Um leitor esscreveu este comentário como resposta ao post que escrevi em 9 de dezembro de 2012 (ver post abaixo):

Também tivemos essas dúvidas todas. Este ano arriscamos pelos physalis. Temos 550 plantas, como é o primeiro ano estamos à cometer alguns erros que serão melhorados para o ano. Embora tendo espaço para mais plantas, optamos pelas 550 para conhecer a planta e todo o processo de manutenção. Dá muito trabalho, mesmo muito trabalho mas neste momento estamos a colher os frutos desse trabalho. Até agora com escoamento garantido.




domingo, 9 de dezembro de 2012

Physalis

Ana Ferreira disse:

"Boa tarde.
Estou a pensar em iniciar-me como jovem agricultora. Neste momento tenho a ideia fixa em fazer um projecto de cultura de physalis, embora muita gente me esteja a tentar desencorajar dessa ideia. tenho procurado informações na net sobre esse assunto e não consigo encontrar quem a produza em Portugal, bem como a escoar. Também tenho tentado ver que produções são mais viáveis, mas é difícil encontrar essa informação. Será que me pode dar a sua opinião se devo ou não arriscar na produção de physalis?
Desde já muito obrigada.

Cumprimentos,

Ana Ferreira

f-ana@hotmail.com"

Comentários:

1 - Porque será que tem muita gente a desincentivá-la de fazer um projeto com a cultura do physalis?
Hipótese a: porque não tem todos os dados para se dedicar à atividade. Não sabe nem da sua produção, nem da sua comercialização, sobretudo quais são as suas vantagens competitivas face à sua potencial concorrência.
Hipótese b: porque a agricultura é uma atividade difícil que dificilmente gera rentabilidade.
Hipótese c: porque não deve inovar, fazer investimentos, dedicar-se a atividades que não conhece.
Em conclusão: vá em frente, nunca deixe de fazer aquilo em que acredita! Deixo-lhe o meu exemplo, leia o que escrevo neste blogue no inicio de setembro de cada ano

2 - A cultura de physalis parece-me uma atividade potencialmente muito interessante se acautelar os seus pormenores de investimento: visitar explorações em Portugal e no estrangeiro com o objetivo de elaborar um plano de negócios.


3 - Defendo que a internet é um excelente meio para acesso à informação, mas muito limitado na produção de conhecimento, saberes que permitem desenvolver atividade que geram mais valias económicas e financeiras. Para tal é preciso fazer visitas e ter conhecimento da atividade e dos seus principais players.


Comentários:
1- O physalis é uma atividade agricola muito interessante para quem tenha canal de valorização e escoamento, e seja capaz de produzir com rigor e disciplina.

2- Fica o comentário do leitor, o qual não me merece mais comentários.

Sem comentários: