O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


sábado, 12 de novembro de 2016

Agricultura de precisão na rega e fertirrega

Há modernas tecnologias que controlam a rega e fertirrega à distância na internet e telemóvel, com sistema do próprio empresário ou utilização de sistema de gestão de empresas terceiras em que se paga uma prestação de serviços (mensal ou anual).

Fazem-no através de instalação no terreno de um controlador ligado por um telemóvel à internet, fazendo o comando, controlo e leitura de dados para, o sistema de fertirrega por bomba doseadora elétrica. controlo de electroválvulas à saída dos depósitos, controlo de bombas submersíveis em charca e furos, leitura de caudalímetros, deteção de nível baixo nos depósito de fertilizante, deteção de válvulas queimado, leitura da pressão da conduta de rega, deteção de avaria do soprador, entrada para leitura de dados de estação meteorológica (temperatura, humidade relativa, velocidade do vento, pluviosidade, radiação solar, sonda de humidade de solo, electroválvulas de rega, etc.

Estes programas de gestão da rega e fertirrega permitem fazer o seu comando e controlo pelo telemóvel ou computador local/escritório ou internet. Há kiwicultores que fazem o controlo da anti geada na sua casa ou escritório quando no passado tinham que o fazer no campo com vários colaboradores nas diferentes explorações/parcelas a controlarem a temperatura no local. Têm opções para definirem de forma automática a temperatura mínima a que arranca o sistema de rega por microaspersão ou aspersão que irá combater a geada.
Estes sistemas permitem o registo de dados, caudais instantâneos, diários, acumulados, temperatura de solo, etc. e o seu cruzamento com dados de estações meteorológicas locais nas parcelas/explorações e consequentemente, a gestão racional da rega e fertirrega tirando partido do conhecimento técnico e científico.

Estes programas de gestão permitem o registo on-line por tempo, por ação ou por ambos, da atividade do sistema; elaboração de gráficos 2D e 3D sobre o funcionamento do sistema; criação de gráficos personalizados com dados on-line e off-line; exportação manual e automática dos dados para o Excel, ou outra folha de cálculo, para elaboração de relatórios personalizados; criação automática e on-line de ficheiros em Excel com os dados obtidos a partir de variáveis da instalação; parametrização do sistema por intermédio de ecrãs de design gráfico bonito e fácil para o utilizador com animações associadas a equipamentos e botões, elaboração de programas horários e/ou condicionais de todos os parâmetros e botões do sistema; ativação, desativação e execução de programas, controlo remoto, identificação de alarmes e relatórios de funcionamento automáticos ou a pedido do utilizador via telemóvel. Este pode executar comandos ou leituras rápidos para os instrumentos de medição de dados instalados, podendo-se quase afirmar que, na conjugação entre os dados de base recolhidos, estas terão por limite a imaginação do empresário, sendo que terá de desenvolver um trabalho contínuo ao longo do tempo para tratar os dados, tirar conclusões e a partir destas, definir novas conjugações de dados que irá tratar e analisar ao longo do tempo. Desta forma abrem-se novas perspetivas de tirar o máximo partido da água e dos fertilizantes, baixando custos, quer por aplicação de menores quantidades, quer por incremento das produções e da respetiva qualidade, para o mesmo quantitativo de fertilizantes aplicados.

Para mim, como agrónomo, verifico o admirável mundo novo que se abre com esta novas tecnologias, trazendo novos dados ao sistema, novos conhecimentos e novos desafios na racionalização da rega e fertilização.

NOTA: O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


Sem comentários: