O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


terça-feira, 31 de outubro de 2017

Preciso do seu conselho!

Olá Eng. José Martino,

Neste momento estou sem trabalho e sou ex recibos verdes, logo não tenho grandes ajudas financeiras.
Tenho dois terrenos muito diferentes. 

- Um está numa zona árida, com uma barreira de azinheiras e carrascos que protegem o vento predominante NW e N. Tenho pensado em várias opções, e pareceu me a cultura de physalis a mais interessante, terei de comprar agua, colocar em deposito e fazer sistema gota a gota. Numa área de 10X70 é possível colocar 650 plantas? Será rentável? Se 650 plantas produzirem 2,5Kg/ano terei 1.625Kg de Physalis se vender por 5euros obtenho 8.125euros/ano. A agricultura não é a minha área, preciso do seu conselho... Vale mais ficar quieta? 

- Outro terreno é um vale, na linha de água tenho 3 poços com água o ano inteiro, o terreno é alagado de inverno. Estava a pensar numa estufa de cogumelos, teria de fazer valas p drenagem. Estas valas em quadrado (circundando a estufa), numa área de 22X30. Valerá a pena???
A segunda opção por mim pensada para este terreno seria de fazer permacultura.

Agradeço muito a sua disponibilidade

Comentários:
1. Tenho muita dificuldade em acreditar que fazer agricultura em micro superfícies (700 m2 e 660 m2)  é gerador de fluxo financeiros positivos (receitas/entradas de dinheiro superiores aos custos/saídas de dinheiro) porque é preciso entrar em linha de conta com os custos de entrega e distribuição dos produtos, para além dos encargos mínimos de investimento.

2. Quem lhe irá comprar as produções? Quando paga? A que distância fica da sua exploração? - estas são algumas questões prévias que deve ter respostas concretas sob pena de se equivocar e assumir elevado risco de perder dinheiro se não tiver feito o trabalho de casa.

3. Se possível, opte por prestar serviços de mão de obra sazonal nas atividades que antevê ter mais interesse para si como empreendedor e aprenda os pormenores das operações  antes de assumir os riscos de investimento na agricultura. 

Sem comentários: