O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


domingo, 8 de outubro de 2017

Sequeiro: que opções culturais extensivas?

Boa tarde Sr. Eng. José Martino,

Antes demais os meus parabéns pelo seu blog que ajuda bastante quem está a começar.

As minhas dúvidas são as seguintes:
Tendo constatado que existem diversos terrenos rústicos penhorados no site da AT, surgiu-me a ideia de poder adquirir algum a baixo custo.
Gostaria de saber qual a melhor solução para posteriormente rentabilizar o mesmo, preferencialmente em plantio de sequeiro, em virtude de não existirem terrenos disponíveis perto da minha residência (o mais perto a cerca de 60 km).

O que devo ponderar? Oliveiras? Pinheiros Mansos?
A ideia é rentabilizar o terreno, mas não é necessário que seja para ontem, as coisas levam o seu tempo. 
Agradecia uma sugestão da sua parte.
Em relação às dimensões do terreno, falo em coisas a rondar 1,5 ha.

Obrigado.

Cumprimentos,

Comentários:
1. Deve fazer o levantamento das entidades, cooperativas ou empresas, que na região onde pensa intervir podem comercializar e valorizar as suas produções futuras. Dessas produções avalie aquelas que têm melhor aptidão para os seus terrenos e opte por aquela que tiver melhor valorização e menor risco de produção

2. A cultura do pinheiro manso, se a região tiver aptidão de clima para a cultura, parece-me uma excelente opção. Terá de explorar várias parcelas para obter uma dimensão mínima de 8-10 hectares

3. Pode também pensar em opções de âmbito florestal com produção de cogumelos selvagens 

Sem comentários: