O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


segunda-feira, 19 de março de 2018

Um bom projeto de negócio pode encontrar financiamento?

Caro José Martino,
Já o ouvi falar em público sobre o empreendedorismo agrícola, as bases do seu sucesso, as ajudas do Estado e o negócio da agricultura, mas tenho dificuldade em acreditar no que diz "nunca nenhum bom projeto deixou de ser financiado". Como é possível sabendo as dificuldades que há na instalação dos jovens?
Por favor não fuja à resposta e responda com honestidade.
Obrigado.
Cumprimentos.

Comentários:
1. O que é um bom projeto? Será simplesmente um bom plano de negócios, um bom documento? O mesmo projeto, o mesmo plano de negócios de um negócio agrícola rentável, implementado nas mesmas condições, por duas pessoas diferentes dará os mesmos resultados ou terá diferenças significativas na rentabilidade ou haverá casos de falta de rentabilidade? O que é mais importante: o projeto ou o empresário?

2. Um bom projeto ou um excelente plano de negócios é um documento que elenca de forma exaustiva os pormenores de um negócio, os quais se forem bem estudados, se forem atingidas as condições mínimas necessárias para avançar, quer do ponto de vista financeiro, quer do ponto de vista operacional das competências necessárias da equipa, representam 50 a 60% do sucesso. As outras probabilidades de sucesso que faltam, 40 a 50%, dependem do perfil do empresário para o empreendedorismo, da sua determinação para o sucesso, da sua resiliência, da sua capacidade de recomeçar, da sua honestidade em analisar os erros, da sua persistência e teimosia em busca de soluções. Em conclusão, um bom projeto é um bom documento, com os pormenores escalpelizados, internos e externos à empresa/negócio, desde o investimento, até ao arranque seguindo-se os anos de exploração até chegar à plena produção, juntos com um bom empreendedor determinado a resolver e fazer tudo o que seja necessário para ter sucesso no seu projeto.

3. Quem compete não são os projetos, as explorações, são os empresários, pelo que, a competência dos empresários, a respetiva capacidade de risco, para identificar e antecipar problemas e soluções são determinantes para o sucesso, bem como a respetiva capacidade de gestão, perceber os custos, que acontecem primeiro, e os proveitos, normalmente futuros, ser capaz de antecipar como irão evoluir e tudo fazer, transformar, criar condições para que em cada ano, os proveitos sejam maiores que os custos. Em conclusão, um bom projeto é aquele que é detido por um empreendedor, muitas vezes futuro empresário, competente para o negócio e que se pressente ser pessoa que é capaz de assumir e fazer no futuro aquilo que diz no presente.

4. É verdade que há dificuldades de conseguir financiamento para os projetos de startups mas aquelas pessoas com as caraterísticas pessoais identificadas em 3.  que vão à procura, tendo o negócio dimensão para tal, conseguem com procura persistente e exaustiva ao longo do tempo, encontrar sócios com dinheiro e capacidade de acesso ao crédito para lançarem e desenvolverem o seu negócio, pelo que tenho a certeza que nunca nenhum bom negócio deixou de ser financiado     

Sem comentários: