Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2018

Estou desempregada, o que devo fazer na agricultura?

Sr. Engenheiro, boa noite
Sou da zona Centro estou desempregada e está difícil encontrar emprego, tenho pensado em rentabilizar um terreno com cerca de 1 hect.  mas não sei bem o que fazer  se a produção de caracóis ou cogumelos,  gostaria de obter a sua ajuda e opinião sobre qual das duas será a mais rentável e com menos empate de capital inicial, tenho algumas economias a minha idade não permite candidatar-me  aos apoios. 
Cumprimentos e um Feliz Natal
Comentários: 1. Não há limitações na idade para obtenção de ajudas financeiras públicas ao investimento. Se tiver mais de 41 anos não pode candidatar-se às ajudas de apoio à 1.ª instalação de jovens agricultores, esta é a única limitação decorrente da idade. Pode obter incentivos não reembolsáveis da ordem dos 40%.
2. As 2 atividades que indicou, caracóis ou cogumelos, têm limitações de mercado, pelo que, recomendo que faça uma pesquisa de mercado para encontrar um player comercial credível que lhe garanta o escoamento, valoriz…

Parcerias de investimento na agricultura

Boa noite Dr José tudo bem com o senhor ? Olhe venho pedir lhe uma informação . vi mesmo a pouco uma publicaçao sua no seu blog e ja faz algum tempo um post de ( pedido ) de ajuda por parte de Ana carvalho sobre physalis .... A minha pergunta é o Senhor é investidor na area de fruticultura ? Pelo que li quanto aos iniciantes se juntarem a um investidor .
Cumprimentos
Comentários: 1. A área de fruticultura é aquela que me identifico mais como investidor e onde tenho atividade produtiva na agricultura.
2. Consolidei investimentos que fiz em sociedade com jovens agricultores e só voltarei a analisar novas operações de parceria no investimento a partir do ano 2020.

Poda de Kiwis

A Espaço Visual organiza o curso de formação  profissional sobre poda de kiwis Inscrições: http://formacao.espaco-visual.pt/confirmainscricao.aspx?id=49 INFORMAÇÃO SOBRE O CURSO Duração: 7 horas - 12 janeiro de 2019 ÁREA DE FORMAÇÃO Kiwi OBJECTIVO GERAL Promover o desenvolvimento, a produção e a fitossanidade do kiwi. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS - Destacar a importância da poda no conjunto das operações culturais do kiwi;
- Distinguir as diferentes podas aplicadas ao kiwi;
- Proceder à poda de inverno de fêmeas e de machos. METODOLOGIA Metodologias expositivas, demonstrativas e ativas. Execução prática da poda em
contexto real. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. A poda de inverno no contexto das operações culturais do kiwi;
2. A estrutura da planta;
3. Diferenças entre poda de machos e poda de fêmeas;
4. Cuidados fitossanitários.

Cerejeira

Eng. José Martino, bom dia, Quais os solos e climas mais adequados para a cultura da cerejeira? Muito agradecido se tiver resposta. Atentamente,
Comentários: 1. Solos: a cerejeira prefere solos frescos, profundos (pelo menos 0,8 metro de profundidade) e com boa drenagem, sendo o pH mais favorável entre 6,0 e 7,5. Bem drenados para garantir que não existe excesso de água no solo durante a época das chuvas. Caso contrário, há risco de surgirem doenças radiculares causando a morte das plantas. É recomendável que a toalha freática esteja localizada abaixo de 1 metro de profundidade. A textura do solo deve ser determinada pela análise mecânica, sendo as mais adequadas as texturas franco-arenosa ou franco-argilo-arenosa.
2. Clima: Tem influência determinante nas épocas de floração (fevereiro/março) e colheita (abril a agosto) devido às geadas ou chuvas, respetivamente, as quais causam morte das flores ou rachamento dos frutos . As cerejeiras estão bem adaptadas aos climas temperados. Não devem se…

Castanheiro

Bom dia.
Quanto tempo demora a produzir após plantação de castanheiro com 1 ano e 1 metro de altura?
A partir de que ano a produção é normal?
As primeiras produções serão de quanto? Por ha, claro.
Cumprimentos 

Comentários:
1. O tempo da entrada em produção de um castanheiro e a plena produção* (quando o souto atinge a produção máxima esperada que se mantém ao longo da sua vida útil de produção) depende se o solo onde o planta é muito, medianamente ou pouco, fértil, bem como da quantidade de matéria orgânica que aplica. Também varia, se o castanheiro está em regadio ou sequeiro, mesmo neste último caso, qual o apoio que é dado à planta para controlo do stresse hidrico durante o verão e tem a ver com o porta enxerto e a variedade do castanheiro.

2. Tendo em conta o descrito em 1. a entrada em produção ocorre entre o 3.º ano e o 5.º ano e a plena produção entre o 5.º e o 10.º ano.

3. As primeiras produções podem variar entre 20-500 kg/ha.

*  Plena produção = "produção normal"

VISITA DE CAMPO A EXPLORAÇÕES DE BOVINOS PARA CARNE CERTIFICADA | 10 DEZEMBRO

Imagem
É produtor ou está interessado em produzir carne certificada?
No próximo dia 10 de dezembro vai realizar-se a última visita de campo promovida pela CIM do Tâmega e Sousa a explorações de bovinos para carne certificada que terminará com a apresentação e discussão do Modelo de Negócio para a produção de carne certificada. 
INSCRIÇÕES Gratuita, mas obrigatória até 7 de dezembro.
Formulário de inscrição: https://goo.gl/forms/GcMOJsaEnNuAURDw2


A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) está a desenvolver um estudo para aferir o potencial económico do setor agroalimentar do Tâmega e Sousa e, nesse âmbito, vai dinamizar um conjunto de visitas de campo a explorações agrícolas e unidades empresariais de referência regional e nacional neste setor. Depois das visitas a explorações agrícolas de cogumelos, de kiwis, de mirtilos, de Vinho Verde e de hortícolas em MPB, a sexta e última visita de campo será a duas explorações de bovinos para carne certificada – do produtor Nél…

CONFERÊNCIA DE PEQUENOS FRUTOS - ALMEIRIM - 5 DEZEMBRO

Imagem
CICLO DE CONFERÊNCIAS DE PEQUENOS FRUTOS
No âmbito do Ciclo de Conferências promovido pela Vida Económica, decorre dia 5 de dezembro, no Auditório da Biblioteca de Municipal Marquesa de Cadaval, em Almeirim, entre as 14H30 e as 18H00, uma sessão sobre Pequenos Frutos.
Estarei presente como orador para apresentação do tema "A Importância do Conhecimento dos Modelos de Produção".

Investimento Olival

Boa noite Sr. Engenheiro Queria apenas perguntar ao senhor o que era necessário para iniciar um projeto no âmbito de olival quais seriam as regras a seguir... Tenho alguma oliveiras e gostaria se der poder fazer um projeto a esse nível... Desde já o meu muito obrigadoComentários:1. Para se candidatar aos fundos financeiros públicos de apoio ao investimento na agricultura, pacote de ajudas denominado PDR2020, tem de deter um titulo formal que lhe permita explorar a terra objeto do investimento durante o período de tempo necessário para amortizar o investimento, havendo uma imposição de um período temporal mínimo de 5 anos. O titulo formal para explorar a terra pode ser a certidão do registo predial que comprove que é proprietário da terra, um contrato de arrendamento que comprove que é arrendatário ou contrato de comodato ou cedência gratuita no qual assume o estatuto de comodatário.2. Deve avaliar ao mesmo tempo qual o player comercial o mais perto possível do local de produção…

Groselha

Bom dia,
Estou a ponderar investir na cultura da groselha e gostaria de saber a sua opinião.
Obrigada

Comentários:
1. Deve investir na cultura da groselha se tiver operador comercial que lhe valorize as produções.
2. Além do indicado em 1. deve ter a sua exploração situada em local que lhe garanta a precocidade da colheita (entre 1 a 15 de junho há uma data a partir da qual o preço de remuneração ao produtor baixa para valores que não pagam os custos diretos da mão de obra da colheita).
3. Se conseguir cumprir as condições indicadas em 1. e 2. terá uma atividade de produção de pequenos frutos muito interessante, com rentabilidade e menor necessidade de mão de obra, face ao mirtilo ou framboesa, quer para todo o ciclo cultural, quer para a colheita (em cada gesto de colheita manipulam-se cachos em lugar de frutos individuais).

Agoalimentar do Tâmega e Sousa: qual a estratégia para o desenvolver e criar valor? (II)

Boa noite,

Ouvi-o hoje dia 30 de novembro falar no Forum para a Competitividade do Tâmega e Sousa, Cinfães e fiquei com a dúvida sobre qual a estratégia que defende para desenvolver e criar valor pelo agroalimentar da região.
Consegue esclarecer-me?

Agradeço o que entenda dizer-me sobre este tema.

Cumprimentos,

Comentários:
1. Na sequência do meu post anterior para colocar os agentes/players que já estão no terreno a quererem fazer melhor e fazerem mais, a cooperarem entre si na produção, no acesso a fatores de produção, na comercialização das produções, acesso ao mercado, etc. a estratégia passa por mostrar os casos de sucesso empresarial, valorização das produções e acesso ao mercado, através de visitas de estudo, workshops, conferências e outros tipos de eventos. 
2. Da estratégia também fará parte a elaboração de modelos técncio- económicos para as principais atividades do agroalimentar, documentos que identificarão as melhores práticas ao nível do investimento e das práticas culturais…

Agoalimentar do Tâmega e Sousa: qual a estratégia para o desenvolver e criar valor?

Boa noite,

Ouvi-o hoje dia 30 de novembro falar no Forum para a Competitividade do Tâmega e Sousa, Cinfães e fiquei com a dúvida sobre qual a estratégia que defende para desenvolver e criar valor pelo agroalimentar da região.
Consegue esclarecer-me?

Agradeço o que entenda dizer-me sobre este tema.

Cumprimentos,

Comentários:
1. A estratégia para desenvolver para valorizar o agrolimentar do Tâmega e Sousa passa por colocar os agentes/players que já estão no terreno a quererem fazer melhor e fazerem mais, a cooperarem entre si na produção, no acesso a fatores de produção, na comercialização das produções e acesso ao mercado.

2. Como fazê-lo? será objeto de outros posts.