Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2010

Parceria Espaço Visual - Prosa

Vai ser assinado amanhã, 2.ª Feira, um protocolo de parceria entre a Espaço Visual – Consultores de Engenharia Agronómica. Lda (EV) e PROSA – Produtos e Serviços Agrícolas, SA (empresa do universo pessoal do Eng. Belmiro de Azevedo), tendo como objectivo a EV divulgar o interesse que a PROSA possui em encontrar futuros produtores de pêssegos e nectarinas em Trás-os-Montes, bem como a EV elaborará as candidaturas ao ProDeR dos produtores que queiram aderir a este projecto.

Este é o caminho para o desenvolvimento da agricultura portuguesa, a agro-indústria utiliza o seu fundo comercial para promover no terreno novas áreas de cultura, informando os interessados sobre superfícies mínimas de parcela e exploração, modelo tecnológico da produção (espécies e variedades, compassos, sistemas de condução, etc.), fazendo o trabalho de terreno através de empresas de consultoria especializadas a quem compete divulgar a iniciativa, visitar terrenos e fazer os projectos de investimento.

Apoio Bancário à Implantação e Reconversão de Pomares de Kiwis

A Espaço Visual e as Caixas de Crédito Agrícola Mútuo do Grande Porto, Vale do Sousa e Baixo Tâmega, e Noroeste assinaram um protocolo com o objectivo de apoiar com uma linha de crédito a dez anos, com quatro anos de carência (só há lugar ao pagamento de juros) e seis anos de amortização, para os associados da APK - Associação Portuguesa deKiwicultores (quem estiver interessado em aceder a este apoio inscreve-se como associado da APK - 50 euros de jóia e 70 euros de quota), para investimento em novas plantações ou reconversão de pomares de kiwis.

Esta linha de crédito é complementar aos apoios do ProDer (só com a candidatura aprovada pode aceder ao crédito). O ProDeR apoia com cerca de 40% a 50% do investimento elegivel e o empréstimo será de 40%, pelo que os interessados terão de colocar entre 15% a 20% de capitais próprios.

A Espaço Visual terá como responsabilidade a visita aos terrenos para verificar a aptidão dos solos e clima dos terrenos objecto do investimento, bem como o perf…

Feira de Primavera - Cantinho das Aromáticas e Raízes

Visitei ontem o último dia da 1.ª Edição da Feira da Primavera, organizada pelo Cantinho das Aromáticas e Raízes. Esteve fim de manhã muito interessante, animado e com clima muito agradável!

Felicito os Organizadores pela coragem em implementarem este evento ao longo de 15 Sábados, bem como pela Organização e Promoção que foram irrepreensíveis e eficazes.

Espero ansiosamente pelos próximos eventos desta Parceria que nunca pára de nos surpreender!

Tema Debate n.º 9

Completam-se hoje dia 26 de Junho de 2010, oito meses de consulado Político do Ministro António Serrano (tomou posse da 26 de Outubro de 2009).

Qual a V/ opinião sobre os resultados da acção política do Ministro da agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas?

Houve mudanças na actuação Ministro, para melhor ou para pior , desde 23 de Maio de 2010, em que neste blog nos debruaçamos sobre o "fim do estado de graça do Ministro" no "Tema Debate n.º 7?

Trabalhos da Comissão Parlamentar de Agricultura

Estive ontem a tentar descobrir o que disse o Minsitro da Agricultura na audição parlamentar, a qual teve lugar na Comissão Parlamentar de Agricultura no dia 16 de Março de 2010. A deficiência deve ser minha porque não consigo aceder às actas com as declarações do Ministro. Tenho curiosidade em saber o que se disse nesse dia sobre o ProDeR, porque aproxima-se uma nova audição parlamentar do Ministro, salvo erro em 9 de Julho de 2010

Novas Plantações de Kiwis em Santa Maria da Feira

Hoje passei o dia a visitar terrenos no concelho de Santa Maria da Feira com o objectivo de avaliar a respectiva aptidão de solos e clima para a cultura do kiwi.
Chego à conclusão que se trata de um concelho com vastas áreas agrícolas, a maioria das quais se encontram abandonadas.

Na minha opinião é altamente meritório o trabalho que o Vereador da Câmara Municipal de S. M. Feira, Dr. Celestino Portela, está a desenvolver, pois está a telefonar e visitar todos os municipes que conhece e possuem terrenos agrícolas não aproveitados, sensibilizando-os para o potencial de negócio de produção e exportação do kiwi. É com esta alta qualidade de responsáveis políticos que Portugal se está a desenvolver!

Artigo Publicado na Gazeta Rural - n.º 134 - 2010.06.15

O artigo original pode ser consultado em http://www.gazetarural.com/images/edicoes/gazeta_rural_edicao_134.pdf (página 32)

Algumas reflexões sobre o ProDeR: Investimento na Agricultura

Agora que os responsáveis políticos e do Ministério da Agricultura muito falam sobre a revisão intercalar do ProDeR, nota-se que se pudessem procederiam à sua ”implosão” e construiriam um novo sistema de ajudas à agricultura. Felizmente que a União Europeia impede que tal possa acontecer e ainda bem, porque caso contrário teríamos as ajudas, sobretudo as que apoiam o investimento na agricultura portuguesa, paralisadas, pelo menos por mais dois anos, tempo necessário para divulgar as suas novas metodologias de intervenção, formar os analistas e demais intervenientes na tramitação das candidaturas, bem como para terem consciência das falhas que novo sistema geraria, etc. Esta tentação política de alterar tudo, é tanto mais real quando mudam os responsáveis políticos do Ministério da Agricultura, mesmo que s…

Agricultura dos Açores (2)

As visitas que efectuei às ilhas de S. Miguel e Terceira fizeram-me lembrar as Regiões com Kiwis na Ilha Norte da Nova Zelândia: o verde da paisagem, os solos férteis, as chuvas frequentes, etc. Tenho a certeza que a agricultura dos Açores tem um forte potencial para se desenvolver mais e concluo que os seus responsáveis estão conscientes desta realidade.

Banco Terras Público

Está em subscrição pública uma petição para um banco/bolsa terras público em http://peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2010N2448.

Se estiverem de acordo com os termos da petição assinem por favor.

Agricultura dos Açores

Neste momento estou a conhecer "in locu" a agricultura dos Açores. Está a ser uma experiência muito interessante porque adoro conhecer pessoas que são excelentes profissionais na gestão das Organizações Agrícolas. Novas pessoas, com novas mentalidades e maneiras de estar na vida são uma experiência pessoal muito enriquecedora.

Tema Debate n.º 8

Será que a distribuição organizada a partir do dia 1 Julho de 2010 vai aumentar os preços 1% repercutindo o aumento de IVA nos consumidores ou pelo contrário, irá manter os preços fazendo com que seja o produtor a pagar o aumento dos impostos? Qual a V/ opinião?

ProDeR: Jovens Empresários Rurais

Nesta altura em que se está a proceder á revisão do ProDer, é minha opinião que o apoio à primeira instalação seja concedido a jovens empresários rurais em lugar de jovens empresários agrícolas. Na prática deveriam fazer parte de receitas e custos para efeito do cálculo dos índices da exploração agrícola (esta será obrigatória) outras actividades, como exemplo, turismo em espaço rural, energias renováveis, actividades de serviço desenvolvidas na exploração, etc. Esta medida seria um forte instrumento para povoar com jovens o interior de Portugal

Complemento do Post sobre a entrega pelo Governo dos Silos da ex-EPAC à ANPOC

O leitor deste blog, José Bento, acha que é uma “medida justa” a entrega dos silos da ex - EPAC à ANPOC porque os silos eram, antes de 25 de Abril de 1974, pertença da Federação Nacional dos Produtores de Trigo, em que os agricultores descontavam ,por cada quilograma de cereal entregue, uma percentagem para a construção e manutenção dos mesmos.

Na minha opinião tais pressupostos levantam as seguintes questões:
1 – Quem garante que os actuais Associados da ANPOC são os mesmos que descontaram para a Federação? Não seria mais justo o Estado Português indemnizar quem descontou directamente?

2 – Será correcto que uma Associação que deve defender interesses sócio-profissionais dos seus associados exerça actividade económica fazendo a melhoria, manutenção e exploração de silos de cereais?

3- Passando para a polémica, quando eu entrego os meus kiwis a um entreposto, apesar de não haver lei que o obrigue directamente, este reporta a custos dos meus frutos as amortizações do investimento e a manute…

Medidas de politica para a agricultura portuguesa: o combate à crise económica em Portugal!

Imagem
Gazeta Rural nº 133

Dia 24 de Maio de 2010:Dia Histórico do Consulado Político do Ministro António Serrano

Na passada 2.ª Feira dia 24 de Maio de 2010, o ministro da Agricultura assinou um memorando de entendimento com 120 entidades ligadas ao sector das hortícolas (representam 98% do sector), frutas e flores, com objectivo de criar, no prazo de quatro meses, uma Entidade público–privada representativa dos produtores portugueses.

Trata-se do maior desafio político assumido pelo Ministro António Serrano, o que se regista nas suas palavras à agência Lusa:
«Esta entidade vai melhorar a cadeia de produção do sector e incrementar as vendas, em Portugal e no estrangeiro, e será um instrumento para fomentar a coesão».«Vai acompanhar permanentemente as empresas nacionais no mercado interno e no exterior, com o intuito de aumentar as exportações».
«O que já foi feito nos vinhos e no azeite portugueses são exemplos extraordinários que queremos estender a este sector, que é mais disperso».
«O objectivo último é vender melhor, em Portugal e no estrangeiro, reduzindo as importações e aumentando as exportaç…