Mensagens

A mostrar mensagens de 2020

AGROMEETINGS "OS DESAFIOS DA APICULTURA" ESPAÇO VISUAL

O próximo Agromeetings é sobre “Os desafios da Apicultura” com o Eng. Tiago MoreiraTiago Moreira é licenciado em Engenharia Zootécnica pela UTAD. É membro fundador e atual responsável técnico da APICAVE e membro do colégio Agronómico da Ordem dos Engenheiros, APEZ e da Sociedade Científica de Suinicultura. Colaborou com alguns projetos de investigação, nomeadamente na área da apicultura. É sócio-fundador da empresa Bee Prado, Unipessoal Lda., que se dedica à apicultura e à fruticultura. É apicultor há cerca de 20 anos.16 de julho, 21h00 – 22 h30Inscrição Gratuita: https://zoom.us/webinar/register/WN_7fYMRC_JQEC2R37m3npkSg

O webinar “V21 Rural- Empreendedorismo e Negócios em Meio Rural”

O webinar “V21 Rural- Empreendedorismo e Negócios em Meio Rural” será a rampa de lançamento para o programa de capacitação homólogo, dirigido a empreendedores de base rural. Promovido pela Vissaium XXI e com o apoio do Município de Viseu, no âmbito do Viseu Rural, o projeto pretende apoiar empreendedores no lançamento da sua empresa ou empresários instalados que ambicionem desenvolver novos negócios de matriz rural. Com um período de nove meses, e totalmente gratuito, compreende momentos de capacitação, networking, acompanhamento individualizado, visitas de estudo e estágios formativos em empresas modelo.A conferência online está marcada para o dia 22 de julho, das 10:00h às11:00h.A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição. Para garantir já o seu lugar e assistir à sessão na sala do zoom (id:307-269-8967), faça a sua inscrição aqui. Inscrições limitadas a 100 pessoas.O webinar também terá transmissão em direto na página do Facebook da Vissaium XXI.A…

ESPAÇO VISUAL - VISITAS TÉCNICAS DE CAMPO

A consultora agrícola Espaço Visual, líder de mercado, vai arrancar no dia 17 de julho, em Covelo (Gondomar) com uma série de visitas técnicas a explorações agrícolas de referência de todo o país, acompanhadas por formadores ibéricos de prestígio internacional, entre os quais o engº José Martino, CEO da Espaço Visual.No dia 29 de agosto, a visita técnica de campo incidirá sobre as Culturas de Hortícolas em Hidroponia, e decorrerá em Torres Vedras, tendo como formador o engº Jorge Camilo.
5 setembro, será vez da visita técnica ser dedicada ao Figo da Indía, com visita a uma exploração em Évora, e o formador será o engº Tomé Panazeite, que também será o responsável da visita técnica ao Limão, a decorrer na mesma cidade alentejana em 17 de setembro.
Para 19 setembro, está prevista uma visita técnica ao Maracujá, numa exploração de Grijó (Gaia), cujo formador será o engº José Martino. Um semana mais tarde, a 26 setembro, visita técnica ao Abacate, em Oliveira do Bairro, com a formação a…

ESPAÇO VISUAL - AGROMEETING 9 DE JULHO - A PRODUÇÃO DE CASTANHA - CONFERÊNCIA INTERNET GRATUITA

Próximo Agromeetings sobre “A Produção de Castanha” é uma conferência pela internet do Prof. José Gomes Laranjo.O conferencista é licenciado em Engenharia Agrícola pela UTAD e professor auxiliar na mesma Universidade. É presidente da RefCast – Associação Portuguesa da Castanha e membro da Rede Europeia da Castanha (Eurocasta). Está envolvido em vários projetos de investigação/ demonstração na área do castanheiro e da castanha. É autor e coautor de comunicações orais em conferências, jornadas técnicas, congressos e livros nacionais ou internacionais.09 de julho – próxima 5.ª feira21h00 – 22h30Inscrição gratuita  https://zoom.us/webinar/register/WN_EsYlAeJDTLmBSgY7ODvw3w

Como controlar granizo e escaldão impedindo ou minizando os estragos nas culturas agrícolas?

Sr Eng. boa tarde, isso é muito grave para um país como Portugal, perder as colheitas devido ao granizo quando está cada vez mais está investir em agricultura .
O segredo e o sucesso é deixar de pagar e fazer enriquecer os seguros , mas é investir em estruturas com rede para controlar o granizo .
Isso foi o nosso pensamento já há muitos anos atrás em Itália.
Muito obrigadoComentários:1. Os prejuízos causados nas culturas agrícolas e respetivas produções pelos fenómenos meteorológicos extremos, os quais são cada vez mais usuais decorrentes das alterações climáticas, como sejam o granizo e escaldão/golpes de sol, podem ser controlados pela proteção de redes colocadas sobre estrutura de suporte que impedem o contato direto com as plantas, seja das pedras de granizo, seja da luz solar intensa.2. Estas estruturas, rede, postes, cabos de aço e arames, são caras, pelo que a sua utilização é recomendável nos casos onde há maior probabilidade de acontecerem os fenómenos climáticos indicados e…

Diário de Candidatura PDR 2020 3.1.3 - Investimento numa exploração agrícola apoiado por um instrumento financeiro com garantia FEI (semana 16)

Este é um post semanal que escrevo sobre uma candidatura em fruticultura que uma empresa agrícola que possuo está a desenvolver para candidatar através dos bancos para a obtenção de empréstimo para apoio ao investimento ao abrigo de uma linha de garantia pública e financiamento do Fundo Europeu de Investimento (FEI) a qual é a grande aposta do governo para apoiar os investimentos na agricultura, sejam jovens agricultores, sejam outros agricultores (este é o meu caso) neste ano 2020, fecho do PDR2020 (pacote de ajudas de 2014 a 2020) e como ensaio para a grande aposta para o próximo quadro financeiro de apoio 2021-2027, pois por esta via o Estado pode alavancar as ajudas (e. g. neste caso 20 M€ de ajudas públicas são dadas como garantias ao financiamento bancário do FEI de 300 M€).Tenho publicado posts semanais sobre este assunto desde 28 de março dou nota da evolução da candidatura que se iniciou no dia 16 de março de 2020.
Através do presente post dou nota da evolução do processo nos…

Faltam seguros agrícolas eficazes para acorrer aos prejuizos do granizo de 31 maio 2020

Sr. Eng. José Martino,Sou viticultor no Fundão e li na comunicação social que o Ministério da Agricultura concede apoio financeiro para os fruticultores e viticultores da região Centro que sofreram prejuízos com o granizo da região Centro no dia 31 de maio de 2020 como é o meu caso e fui ler a legislação sobre o assunto e não resisti a enviar-lhe o despacho da Sra. Ministra da Agricultura e pedir-lhe para comentar este “apoiozinho”, 20 €/há.Obrigado

Cumprimentos,Despacho Normativo n.º 6-A/2020Sumário: Determina a criação de um apoio financeiro que se destina aos agricultores, pessoas singulares ou coletivas, cujas explorações agrícolas, nomeadamente nos pomares de prunóideas, com destaque para a cultura da cereja e pêssego e na cultura da vinha, se situem nos municípios da região Centro que tenham sofrido danos causados pelas chuvas intensas acompanhadas de forte queda de granizo, ocorridas no dia 31 de maio de 2020.As chuvas intensas acompanhadas de forte queda de granizo, que atingi…

A MINHA AGENDA PÚBLICA DO MÊS DE JUNHO

Publico neste post a minha agenda pública do mês de junho de 2020:a)  Fui moderador nos seguintes webinários e agrometings organizados por mim em nome da Espaço Visual e do IET (Instituto Empresarial do Tâmega): 

1) 4 junho (21h00 às 23h00) – AGROMEETING A internacionalização da fileira do kiwi, Vítor Araújo, Kiwi Greensun e Luísa Moura, prof. Escola Superior Agrária de Ponte de Lima (https://www.facebook.com/jose.martino.900?__tn__=%2CdC-R-R&eid=ARA__5B-PMzhPZ7kLopm4C4F5Vzf8T639I5fkFa0YDYjq7ibL6xvUf6tKwww8cYVrgVJD_-p_Kz1aF8N&hc_ref=ARSwZL-cRviYz2scXAbEfFMhHi48xe_pUUpjSELDYGsEjTewaOaLSAxtERZiIN9OCyQ&fref=nf, 3980 visualizações ).

2) 9 junho (21h00 às 23h00) – AGROMEETING A cultura do espargo, Rui Pinto, Cooperativa Terras de Felgueiras (https://www.facebook.com/jose.martino.900?__tn__=%2CdC-R-R&eid=ARA__5B-PMzhPZ7kLopm4C4F5Vzf8T639I5fkFa0YDYjq7ibL6xvUf6tKwww8cYVrgVJD_-p_Kz1aF8N&hc_ref=ARSwZL-cRviYz2scXAbEfFMhHi48xe_pUUpjSELDYGsEjTewaOaLSAxtERZiIN9OCyQ&fref=nf, …

EMPARCELAR PARA ORDENAR (II)

Para o leitor percebr o que está em causa nos apoios para compra de terrenos com o objetivo de fazer emparcelamento recomendo a leitura da legistação:

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
Decreto-Lei n.º 29/2020 de 29 de junho

Sumário: Cria um programa de apoio ao emparcelamento rural simples, designado «Emparcelar para Ordenar». O Programa do XXII Governo Constitucional prevê, como medida essencial à valorização do território, a promoção do aumento da dimensão das propriedades rústicas, fomentando o emparcelamento. A estrutura fundiária em Portugal, marcada pela dispersão, fragmentação e pequena dimensão da propriedade, em particular a norte do Tejo, apresenta deficiências estruturais que comprometem a viabilidade e sustentabilidade económica das explorações, levando ao abandono da agricultura e a áreas sem gestão de matos e florestas. Este quadro de retração das atividades tradicionais, agravado pelo envelhecimento populacional, tem vindo a potenciar a tendência de abandono do terr…

EMPARCELAR PARA ORDENAR

Investir e a gerir as suas propriedades.O governo criou legislação, publicada ontem em diário da repúblcia (decreto-lei n.29 /2020, 29 junho https://dre.pt/application/conteudo/136678511) e que entra em vigor amanhã, para os proprietários florestais e agrícolas se puderem candidatar a linhas de crédito e subsídios não reembolsáveis para comprar terrenos florestais e agrícolas com o objetivo de aumentar a dimensão das suas propriedades rurais, segundo o programa “Emparcelar para Ordenar” emparcelamento simples ou simplificado segundo o diário da república.Na minha opinião é uma boa ideia que tem pernas para andar, mas tem forte probabilidade de morrer nas mãos da burocracia dos orçamentos exíguos do fundo florestal permanente, das candidaturas e concursos da DAGDR, "endeusamento" do IFAP nas regras das ajudas minimis, etc.Espero que a DGADR abra concurso para verificar se temos instrumento a sério para abordar uma resolução séria do estrangulamento estrutural das agriculturas…

COMO DETERMINAR O VALOR DE UMA PROPRIEDADE AGRÍCOLA COM PERA ROCHA?

Boa tarde José,
Eu também sou Engenheiro, mas Electrotécnico o que pouco ou nada ajuda nesta componente de Agricultura. Veja se me pode dar a sua opinião sobre o seguinte: tenho a possibilidade de adquirir um terreno com 3 Hectares de Pereiras (Pêra Rocha) já em plena produção mas como não entendo deste mercado, quanto acha que seria um valor justo por este Pomar? Por outro lado, se eu desse o Pomar à exploração na zona de Mafra o que seria justo eu pedir a quem explore esse Pomar já utilizando a água dos furos que o Terreno tem e respectiva rega?
Grato pela sua ajuda.Comentários:1.O valor de aquisição do pomar da pera rocha tem muito a ver com a componente local da compra de terrenos agrícolas, há regiões que os mesmos 3 hectares valem mais ou menos que noutras regiões. Sugiro que peça a um especialista que faça a avaliação do valor do terreno e este irá fazer um levantamento do mercado local.2.O valor de exploração do pomar varia entre 5% a 15% do rendimento líquido médio que consig…

MEDRONHEIRO (II)

José Martino,No post que publicou em resposta a um e-mail que lhe enderecei sobre a cultura do medronheiro, resposta que lhe agradeço, diz que vale a pena plantar medronheiro se for bem acompanhado à plantação e nos primeiros anos e não fala da fertilização. É assim mesmo, a fertilização não deve fazer parte dos objetivos do produtor de medronhos?Obrigado.Cumprimentos,Comentários:
1. Tem razão, a questão que faz tem toda a pertinência porque me esqueci de escrever sobre a fertilização.2. A aplicação de fertilizantes orgânicos e minerais quer antes da plantação, quer nos anos de formação da planta até atingir a plena produção, é muito importante para se conseguirem desenvolver as plantas para se tirar partido do respetivo potencial produtivo intrínseco.3. O medronheiro é uma planta que se adapta bem a solos florestais pobres, mas também pode ser cultivada em solos agrícolas como pomar moderno.4. Uma boa correção orgânica de solo (10 t/ha de corretivo agrícola orgânico) junto com correç…

PDR2020 - CANDIDATURAS À AGRICULTURA BIOLÓGICA - INVESTIMENTOS NA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA

ANÚNCIO DE ABERTURA DE PERÍODO DE APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 22/ Operação 3.2.1 / 2020 Agricultura Biológica INVESTIMENTO NA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA (Portaria n.º 230/2014, de 11 de novembro, na sua redação atual) A submissão de candidaturas é efetuada entre as 12:00 h de 26 de junho e as 17.00 h de 4 de setembro de 2020 ao abrigo do disposto na Portaria supra identificada, que estabelece o regime de aplicação da Ação 3.2.1 do PDR 2020. Nos termos do artigo 14.º da Portaria citada, são os seguintes os termos e condições aplicáveis ao presente Anúncio, que não dispensam a leitura atenta da legislação comunitária e nacional, bem como, dos demais normativos aplicáveis (OTE n.º 126/2020 e OTG’s):1. OBJETIVOS E PRIORIDADES VISADAS As candidaturas apresentadas devem prosseguir os seguintes objetivos:
a. Reforçar a viabilidade das explorações agrícolas, promovendo a inovação, a formação, a capacitação organizacional e o redimensionamento das empresas;
b. Preservar e melhorar o ambiente, …