Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2015

Artigo JN "Fazemos bem" 27 abril

Texto do artigo que o JN publicou na campanha "Fazemos bem" Setor primário Uma nova Ovibeja
J
osé Martino
Consultor agrícola

Vai começar dentro de dias mais uma edição da Ovibeja, uma das mais importantes feiras agrícolas nacionais. A partir de 4ª feira até dia 3 de maio, temo que os noticiários televisivos e as reportagens jornalísticas reproduzam apenas o que tem sido um hábito instalado: o desfilar de governantes para uns minutos de exposição mediática.
É assim há muitos anos. Quem tem culpa? Talvez ninguém. Os governantes encontram ali um espaço propício a passar a sua mensagem/propaganda, numa altura em que já se entrou a sério na pré campanha eleitoral para as legislativas de Setembro/Outubro. Os media, porque sabem que podem ter ali, diariamente e à mãos, primeiro ministro e ministros ávidos de dizer o que quer que seja.
E no entanto, o que ganha a agricultura e os agricultores com isso? Aparentemente nada. Se calhar a culpa está nos agentes agrícolas que não sabem ocup…

Formação Profissional

Imagem
A Espaço Visual informa que já se encontram abertas as inscrições para os seguintes cursos/estágios: Curso | Produção Semi-Intensiva de Suínos A aposta na produção suinícola tem tido um procura muito interessante nos últimos anos. Um dos aspetos mais importantes para o sucesso do investimento nesta área é o planeamento das fases de produção e o necessário entrosamento deste planeamento com o maneio produtivo e reprodutivo. Para quem pretende iniciar atividade ou que pretenda alterar o sistema que pratica, esta formação constitui uma ferramenta completa para o domínio teórico-prático das bases da produção de suínos de forma semi-intensiva. Formador: Tiago Moreira – Engenheiro Zootécnico, técnico responsável por suinicultura. Orador e comunicador na área da produção animal. Objetivos: - Conhecer a organização do setor e as exigências legais em Portugal; - Identificar os aspetos chave das diferentes fases de produção, da escolha dos animais e dos diferentes sistemas de produção; - Reconhecer os…

CONVITE

Convido os leitores deste blogue a passarem na OVIBEJA, no stand da Espaço Visual, na próxima 6.ª Feira, dia 1 de maio, para debater ideias sobre a agricultura, esclarecer dúvidas e puderem conhecerem pessoalmente o autor deste blogue. Não faltem!

Atraso na vistoria de um pedido de pagamento: o que fazer?

Boa noite Sr. José Martino,
Sou o ... e tenho um projecto PRODER na área da apicultura em curso.
Caracteristicas do projecto
- 100 mil euros
- Leiria
- Transumancia
Efectuei todos os investimentos e submeti o ultimo pedido de pagamento no início do mes de dezembro de 2014.
Todas as existências estão declaradas e poderão ser confirmadas/visitadas por qualquer técnico, quer no armazém, quer nos apiários.
Fui visitado, nas minhas instalações, por dois técnicos em Fevereiro que me disseram que teriam de visitar todos os apiários e que para isso teriam de contactar as delegações do min. da agricultura daquelas zonas, nomeadamente Santarem, Evora, Beja.
Actualmente, passados alguns meses, o pedido ainda se encontra em estado "submetido" e os tecnicos de Coimbra, que estão a acompanhar o projecto, dizem que nada podem fazer e ainda esperam a resposta das delegações das outras regiões.
Ja contactei, no mes passado, o director da Divisão de Investimento de Coimbra, o ..., que me diss…

Curso de Produção Semi-Intensiva de Suínos

A aposta na produção suinícola tem tido um procura muito interessante nos últimos anos. Um dos aspetos mais importantes para o sucesso do investimento nesta área é o planeamento das fases de produção e o necessário entrosamento deste planeamento com o maneio produtivo e reprodutivo. Para quem pretende iniciar atividade ou que pretenda alterar o sistema que pratica, esta formação constitui uma ferramenta completa para o domínio teórico-prático das bases da produção de suínos de forma semi-intensiva.

Formador
Tiago Moreira – Engenheiro Zootécnico, técnico responsável por suinicultura. Orador e comunicador na área da produção animal.

Objetivos
- Conhecer a organização do setor e as exigências legais em Portugal;
- Identificar os aspetos chave das diferentes fases de produção, da escolha dos animais e dos diferentes sistemas de produção;
- Reconhecer os fatores críticos de sucesso relacionados com o maneio produtivo e reprodutivo, com a nutrição e alimentação e com a sanidade na produção suiníc…

3,5 hectares no Alentejo

"Boa tarde Sr. Eng. José Martino,

Há algum tempo que acompanho o seu blog, que presta um fantástico e absoluto serviço público e, por isso, desde já os meus parabéns pela disponibilidade e apoio a tantas pessoas, há tantos anos. Contudo, pela minha falta de formação na área, sinto-me ainda (muito) leiga na matéria.

Sou alentejana e há vários anos que acalento a ideia de investir num projecto agrícola no alentejo, em paralelo com turismo rural (coisa pequena para iniciar). Com isto, ao longo do tempo tenho estado atento às oportunidades de terrenos que possibilitassem dar corpo à ideia, sem que a "tal" tivesse surgido.

No entanto, atualmente, encontro-me numa situação de potencial desemprego e a necessidade de obter o máximo de informações necessárias a um projecto do género.

Deste modo, ficarei muito grato se me pudesse esclarecer quanto às questões em baixo:
Ponto prévio: Embora tenha um terreno identificado, ainda não sou proprietária. Tenho capital próprio para a aqui…

É viável realizar um projeto agrícola?

"Boa tarde Sr. Eng. José Martino, venho por este meio perguntar-lhe e desculpe o meu atrevimento, se, realmente hoje em dia é viável realizar um projeto agrícola.
Eu gostaria de realizar um projeto com um ha de amendoeiras, mas tenho um pouco de receio que tenha muitos custos e eu vou ficar desempregada :(
Pode dar-me a sua opinião??
Cumprimentos," Comentários: 1 - Todos os projetos agrícolas são viáveis se implementados por empreendedores competentes, com o mínimo de capitais próprios (15% do investimento total) e com ligação ao mercado. 
2 - Para o seu projeto ter sucesso deverá responder às seguintes questões, verificando se correspondem às suas expetativas:
Qual o objetivo do seu projeto? Quanto terá que investir? Qual o rendimento que pensa obter com 1 hectare de amendoeiras? Quando irá obter rendimento?

3 - A minha opinião: só deve investir na agricultura quem tiver perfil de empreendedor (possuir capacidade para avaliar pessoas: consultores, colaboradores, fornecedores, c…

Curso de formação profissional para quem pensa fazer um projeto agrícola

Se pretende investir na agricultura deve ter formação básica, na ótica do empreendedor, sobre como bem organizar a sua exploração agrícola. Não chega acautelar a parte produtiva pois mais que tudo é preciso ter uma ideia sumária e bem estruturada sobre as infraestruturas de apoio necessárias, desde o armazém, o apoio social à mão de obra, cabina de rega e fertirrigação etc. para que o projeto funcione de forma harmoniosa, com baixos custos de exploração/produção, sendo mais fácil transformar de forma mais competitiva, produções em euros.


É um desafio que a  Espaço Visual me lançou no sentido de orientar esta formação para leigos em agricultura, que seja motivadora e fácil para quem pretende entrar nesta atividade e ao mesmo tempo que crie competências para perceber as propostas dos consultores, dando massa critica ao empreendedor para poder tomar as melhores decisões de investimento. A formação tem uma componente teórica em sala e uma parte no campo que se pretende mais prática e atra…

O que posso candidatar num projeto?

Bom dia Sr. Eng.° José Martino,

Tenho lido com interesse o seu blog, pelo qual o felicito desde já. A minha descoberta surgiu por acaso, numa pesquisa na internet.

Sou um jovem de 30 anos, com formação superior, que ultimamente tem ponderado em apostar num projecto agricola para candidatar ao PDR2020, distrito de ....
Possuo dois terrenos contiguos que perfazem sensivelmente 3200m2. A minha ideia seria criar um armazém agricola no terreno maior (+-1700m2) e no outro colocar umas estufas para (PAM) ou Mirtilos? O que me aconselha, em termos de viabilidade de projecto? Acha que alguma destas opções é viável?

Em relação ao armazém, uma pessoa amiga informou-me que em principio, para justificar a construção do armazém, teria que anexar os dois terrenos num só artigo e só depois fazer o pedido junto das entidades competentes. Qual a sua opinião, já teve algum caso idêntico?

É possivel candidatar a construção do armazém e das estufas no mesmo projecto, ao PDR2020, ou têm que ser projectos s…

Conversas sobre Ambiente 2014/2015

Imagem

Sessão Pública de Apresentação do Negócio

Imagem
Sessão de Promoção Kiwi Amarelo Jintao Um investimento de Futuro PROGRAMA

8:45 – Abertura de secretariado

9:00 – Apresentação do potencial associado ao kiwi amarelo Jintao
Eng.º Fernão Veloso – Frutas Douro ao Minho

9:30 – A estratégia e modelo de investimento
Eng.º José Martino – Espaço Visual

10:00 – Debate

10:45 – Pausa para café e degustação de kiwis Jingold de Portugal

11:30 – Visita de Campo a Plantação
Amares

12:30 – Avaliação e encerramento
Informações Participação gratuita mas com inscrição obrigatória em: www.espaco-visual.pt/eventos Mais informações: dep.comercial@espaco-visual.pt

PRINCÍPIOS DE OTIMIZAÇÃO DE INVESTIMENTOS NA AGRICULTURA - 22 MAI 2015

Os investimentos na agricultura carecem do conhecimento mínimo na lógica do empreendedor, no que respeita à estruturação das modernas explorações agrícolas, dos modos e das estruturas de produção. Este curso visa dar competências básicas nos aspetos essenciais da estruturação e organização do negócio agrícola.
Formador Eng.º José Martino – CEO da Espaço Visual, empresário agrícola, consultor agrícola e Business Angel. Objetivos Identificar aspetos cruciais para a otimização de um investimento em agricultura; Elencar um conjunto básico de aspetos essenciais a um plano básico de negócio agrícola; Associar a rentabilidade a melhorias nas instalações agrícolas Conteúdos Estrutura de uma exploração agrícola: plantações, melhoramentos fundiários, infraestruturas, construções, disposição de espaços e equipamentos, estruturas e meios de mecanização, estruturas e meios de produção Destinatários Potenciais empreendedores na agricultura  Local: Espaço Visual, Gondomar   Data de Realização: 22 maio 201…

III CONGRESSO NACIONAL DO KIWI

LOCAL: Casa das Artes de Felgueiras DATA: 17 e 18 de abril de 2015 PROGRAMA
17 de Abril 09h00 – Receção
09h30 – Sessão de Abertura
Fernando Sá – Presidente da Associação Portuguesa de Kiwicultores
Casimiro Alves – Presidente de Terras de Felgueiras, Caves Felgueiras, C.R.L.
Inácio Ribeiro – Presidente da Câmara Municipal de Felgueiras
PAINEL I – A INOVAÇÃO NA PRODUÇÃO
Moderador – José Martino – Espaço Visual 10h00 – A Inovação na Plantação – António Carneiro – Propomar 10h30 – A Polinização Assistida – Luís Caetano – Kiwi 1000 11h00 – Coffee-break 11h15 – A Gestão da Produção – Rafael Olivo – Primland 11h45 – Novas Variedades e suas Implicações – Joaquin Rey – Eurobanan 12h15 – Debate
Intervenção da Ministra da Agricultura e do Mar – Assunção Cristas 12h45 – Almoço livre PAINEL II – FITOSSANIDADE E CONSERVAÇÃO
Moderador – Paula Cruz de Carvalho – DGAV 15h00 – A cobertura dos pomares – Guglielmo Costa – Universidade de Bolonha 15h30 – O Plano Nacional p/ o controlo da PSA – Cláudia Sá…

TUBARÕES DA AGRICULTURA ATACAM NO NORTE

No próximo dia 11 de Abril, a Rurisocieta estará nas cidades de Maia e Braga a apresentar “Business Angels”.

O projeto “Business Angels de Jovens Agricultores” anda a percorrer o país com o objetivo de despertar e agarrar empreendedores na área agrícola. Depois das sessões de Vila Real e Albergaria-a-Velha, seguem-se Lisboa a 7 de abril e Maia e Braga a 11 de abril, nos auditórios da Freguesia da Cidade da Maia e do Hotel Ibis Braga Centro, respetivamente.

Com estas sessões, a RURISOCIETA pretende dar a conhecer o seu mais recente projeto, onde através da participação no capital social de empresas ligadas à produção e comercialização agrícola, faz nascer ou renascer novos empresários e negócios em Portugal.

O objetivo é servir de suporte financeiro e fornecer todo o know-how necessário a negócios de jovens empreendedores com capacidade de gestão e eficiência.

O programa das sessões, que conta com o testemunho na primeira pessoa de dois jovens agricultores de sucesso, pode ser consultado n…

Qual a sua opinião em relação a isto tudo?

"Bom dia Sr. Engenheiro, eu venho por este meio escrever-lhe pela seguinte razão:
Eu ando a tratar de um projecto para o Proder há cerca de um ano e tive tudo pronto a tempo de ainda apanhar os Proder antigo, com melhores condições que o atual, mas por culpa dos engenheiros que me acompanhavam não o pode fazer visto eles e apesar da minha insistência não acabarem o meu projeto a tempo, tiveram mais de 2 meses para o fazer.
Com o programa actual deparo me numa situação sem saber o que fazer, a minha ideia inicial passava por uma exploração de 1 hectare de mirtilos e 3.5 de vinha já existente e na qual iria por rega. o projecto ia para valores que rondavam os 85.000 euros.
Neste momento os apoios são bastante menores o que me leva a procurar diminuir o valor total do projeto.
Aqui esta a minha duvida,
Acha o projecto interessante e financeiramente viável? 
Se optasse pela criação de uma marca de vinho o Proder contempla essa situação? e neste caso usar o hectare que eram inicialmente par…

É um empreendor de alto potencial com muito jeito para o negócio agrícola? Este post é para si.

A Rurisocieta (José Martino) procura jovens empreendedores de elevado potencial para o negócio através da figura de Business Angel, ou seja, faz parcerias/torna-se sócia no negócio agrícola aportando capital, capacidade de gestão, acesso ao crédito e conhecimento técnico.
A próxima sessão de esclarecimento é já amanhã (7 abril), em Lisboa,  às 17h no Auditório do Alto dos Moinhos.
Inscrições gratuitas através de geral@rurisocieta.PT

No próximo sábado dia 11 abril haverá sessões na Maia e em Braga. Consulte https://www.facebook.com/rurisconsultores?fref=ts

Curiosidades sobre os leitores deste blogue

Quais as razoes que explicam que a maioria dos leitores deste blogue sobre agricultura sejam das regiões urbanas, por ordem decrescente, Lisboa, Porto e Braga?

Porque será que a 2. feira é o dia da semana com maior número de visitas a este blogue?