O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


domingo, 29 de abril de 2012

Apicultura (5)

A leitora Alice C colocou o seguinte escrito neste blog:

"Boa tarde Eng. José Martino,

tenho lido atentamente as suas explicações sobre a apicultura e os projectos viáveis.
Depois do meu entusiasmo e de ter falado com o meu pai, surgiram algumas questões que não encontrei em lado nenhum. Assim, gostaria de lhe pedir que me ajudasse a ver se realmente posso avançar com o pedido de apoio ao jovem agricultor na área da apicultura.

-O meu pai tem o apiário numa zona a que chamam controlada. Será por isso possível eu desenvolver lá o projecto? Ou como é zona controlada eles não permitem a entrada de novos apicultores?

-O meu pai também me alertou para o facto da construção de uma unidade de extracção de mel ou de uma melaria. Estou a pensar em 200 colmeias. É obrigatória esta unidade de extracção?

-Ainda relativamente ao mel,a mesma zona tem a denominação de origem protegida, que implicações traz?

-A minha última questão centra-se no material, uma vez que tenho a possibilidade de comprar material velho a alguns vizinhos. Isto é possível, ou é obrigatória a compra de material novo?

Desde já agradeço a disponibilidade em me esclarecer e agradeço ainda toda a informação que disponibiliza no blog. Passei a ser uma atenta seguidora.

Comentários:

1 - Para concorrer às ajudas do ProDer para instalação de jovens agricultores tem que legalizar junto da Direção Regional de Agricultura e Pescas os seus apiários e dessa maneira ficará a saber previamente se pode lá desenvolver o seu projeto (creio que não terá problemas em instalar-se nessa zona desde que respeite as distâncias entre apiários, ver outros posts deste blog).

2 - Pode prever no seu projeto a unidade de extração de mel (o ProDeR apoia) ou pode optar por vender o mel nas alças junto de um operador que já possua melaria.

3 - Tem vantagens estar numa região com denominação de origem pretegida porque o seu mel será mais e melhor valorizado.

4 - O ProDeR só apoia os investimentos em material novo 

5 - Peço-lhe que nos vá dando notícias sobre o desenvolvimento do seu projeto

Sem comentários: