O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Estratégia para o desenvolvimento e crescimento de Trás-os-Montes (2)

O leitor Frederico Lucas escreveu  o seguinte neste blogue:

"Apesar de ter tido a oportunidade de participar no programa, tenho que concordar consigo.
A fileira do Direito ocupou a maioria do tempo de antena.

Um abraço"

Comentários:
1 - Acho notável o trabalho que está a fazer Frederico Lucas na promoção dos Novos Povoadores para a região de Trás-os-Montes porque assenta no principio de ensinar a pescar em lugar de dar o peixe.

2 - A melhor intervenção, na minha perspetiva, foi do prof. de Direito da Universidade de Lisboa que indiciou faltar massa critica na região. Pelas intervenções no programa estou certo que escasseia a massa critica que elabore estratégias e produza resultados em prol da região. O que é necessário fazer para que os 200 doutorados que trabalham no distrito de Bragança elaborem um plano estratégico de desenvolvimento?

3 - Para quando os Politécnicos e as Universidades exerçam a liderança efetiva nas regiões onde se inserem? O que é preciso fazer para que o seu produto, os licenciados/mestrados que formam, o seu corpo docente que faz investigação, sejam motor de desenvolvimento, de iniciativa, de inovação, de incorporação de tecnologia na região envolvente à Instituição?

4 - Defendo que as Instituições de Ensino Superior deveriam ser financiadas pelo Estado não pelo número de alunos, mas sim pelos resultados medidos na empregabilidade, no empreendedorismo e criação de riqueza de quem conclui os seus cursos e formações.      

Sem comentários: