O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


domingo, 21 de dezembro de 2014

Ajudas ao investimento nos castanheiros


Boa tarde Eng. Martino
Tendo em conta a fileira da Castanha gostava de lhe colocar as seguintes questões:

1-Relativamente ao PDR 2020 que incentivos/programas estão contemplados

para a plantação de castanheiros para produção e comercialização de castanha;

2- Tendo em conta que a fileira da Castanha só tem os primeiros resultados nunca antes dos 5/6 anos, em que medida é que uma candidatura à plantação de Castanheiros pode ser aprovada e financiada pelo PDR 2020;

3- Que medidas do PDR 2020 é que estarão provavelmente mais adaptadas a uma candidatura de sucesso na fileira da Castanha.

Grato pela sua ajuda e pelo sábio e valioso contributo que tem dado à Agricultura e aos (futuros (jovens) agricultores).


Comentários:
1 - NO PDR 2020 estão previstos apoios para a produção de castanhas através das ajudas para a 1.ª instalação de jovens agricultores, investimentos na agricultura (investimentos iguais ou superiores a 25 000 euros) e pequenos investimentos (5000 a 24999 euros) e apoios específicos para estruturas de transformação e comercialização das castanhas.

2 - Para ir de encontro aos pormenores do seu projeto e tirar o melhor partido dos apoios públicos, marque uma reunião com a Eng. Sónia Moreira da Espaço Visual (917 075 852).

3 - Pode apresentar e implementar um projeto de castanheiros sem garantir o seu posto de trabalho e o equilíbrio da tesouraria (tal só é possível fazendo um orçamento para o efeito, o qual deve ser financiado por capitais próprios e crédito, ou business angels ou empresas de exploração. Recomendo que possua os meios financeiros adequados para além das ajudas públicas ao investimento para completar os investimentos (as ajudas públicas têm um teto máximo de 85%, há itens não elegíveis) e para fazer face aos custos de exploração até equilibrar a tesouraria.

4 - A Espaço Visual irá organizar uma feira sobre empreendedorismo no final do mês de fevereiro de 2015. Esteja atento em www.espaco-visual.pt sobre este evento, o qual lhe irá dar ferramentas sobre um vasto conjunto de apoios complementares ás ajudas públicas ao investimento e que poderão alavancar os projetos de jovens agricultores que têm elevado potencial como empreendedores e que estão limitados nos recursos financeiros e experiência.   

 

Sem comentários: