O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


terça-feira, 21 de abril de 2015

3,5 hectares no Alentejo

"Boa tarde Sr. Eng. José Martino,

Há algum tempo que acompanho o seu blog, que presta um fantástico e absoluto serviço público e, por isso, desde já os meus parabéns pela disponibilidade e apoio a tantas pessoas, há tantos anos. Contudo, pela minha falta de formação na área, sinto-me ainda (muito) leiga na matéria.

Sou alentejana e há vários anos que acalento a ideia de investir num projecto agrícola no alentejo, em paralelo com turismo rural (coisa pequena para iniciar). Com isto, ao longo do tempo tenho estado atento às oportunidades de terrenos que possibilitassem dar corpo à ideia, sem que a "tal" tivesse surgido.

No entanto, atualmente, encontro-me numa situação de potencial desemprego e a necessidade de obter o máximo de informações necessárias a um projecto do género.

Deste modo, ficarei muito grato se me pudesse esclarecer quanto às questões em baixo:
Ponto prévio: Embora tenha um terreno identificado, ainda não sou proprietária. Tenho capital próprio para a aquisição do terreno.
1. É possível solicitar o montante único das prestações do subsídio do desemprego para um projecto misto deste género (agrícola e turismo rural)?
2. O terreno tem um total de 3,5 hectares e é na zona de ... Possui algumas árvores de fruto e oliveiras. Considera ser possível criar um projecto economicamente viável com um terreno desta dimensão?
3. De acordo com o conhecimento que tem sobre o alentejo, o que considera ser mais viável produzir?

Agradeço antecipadamente a atenção."


Comentários:
1 - Recomendo que marque uma consulta com o representante da Espaço Visual no Alentejo, arquiteto Benjamim Machado (924 433 183) para poder esclarecer o seu caso concreto.

2 - Para 3,5 hectares de superfície de exploração, se tiver acesso canal local de valorização da produção agrícola (com alto rendimento por hectare) que lhe garanta acesso ao mercado e se houver condições de solo e clima para essa atividade, pode investir num projeto rentável.

Sem comentários: