O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

O que pode e deve ser melhorado nas ajudas públicas à floresta?

Boa noite, 
Gostaria de lhe perguntar se tem informações sobre a não decisão das candidaturas à florestação de terras. Em 2016 (2 anos) apresentei uma candidatura a esta medida e ainda não houve decisão. 
É lamentável que os apoios à floresta não cheguem ao terreno. 
Depois todos se questionam o que leva ao abandono de terras ou ao fato de se optar por espécies como o eucalipto. A resposta é simples não existem incentivos à plantação de espécies autóctones. 
Obrigado

Comentários:
1. Não tenho informação privilegiada para lhe poder indicar quando serão despachadas candidaturas a fundos públicos de apoio ao investimento na floresta.

2. Na minha opinião são necessários mais 300 M€ de fundos financeiros públicos para apoio aos investimentos na floresta, montante este que na minha perspetiva, para a opinião pública, não é uma prioridade.

3. Há regiões de Portugal com aptidão para a cultura do eucalipto, onde esta atividade se deve desenvolver com ordenamento e dentro das regras legais existentes, pois cria riqueza para Portugal.

4. Nas fileiras flrestais ligadas ao mercado é preciso fazer com que as diversas florestais de produção de material lenhoso sejam rentáveis para o produtor, sendo necessário que o Estado exerça o seu poder legal de regulação dos mercados e a sua liderança na motivação para a integração das produções  nas fileiras de valor acrescentado.

5. Na floresta de prestação de serviço público é preciso criar modelos de ajudas públicas necessárias e suficientes às operações mais adequadas de manutenção e preservação


    

Sem comentários: