O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.


sábado, 5 de novembro de 2016

Pistácio? Monocultura para jovem agricultor?

Boa noite Engº José Martino,
Tenho lido muito no seu blog acerca de projectos agrícolas e devo dizer-lhe que parte do incitamento por este caminho da agricultura o devo a si.
Passo a expor-lhe a minha ideia/esboço de projecto.
Tenho em vista a aquisição de um terreno na Cova da Beira, concelho de ..., com pouco mais de 6 hectares beneficiados pelo regadio da cova da beira e com exposição solar fenomenal.
Pretendia aí plantar árvores de frutos secos, fortemente inclinado para o pistachio.
Cerca de 4 hectares estão prontos a receber a plantação e o restante tem que ser desmatado (pequenos carvalhos e outros arbustos) e preparado para o plantio.
No entanto fui advertido para o facto dessa espécie demorar cerca de 5 anos até à produção, pelo que facilmente concluí que muito tardiamente tiraria dividendos dessa plantação, o que em termos de projecto empresarial me obrigaria a projectar a longo prazo.
Uma vez que reúno as condições para me candidatar como Jovem Agricultor pode aconselhar-me nos seguintes pontos:

1) Se adquirir agora o terreno com capitais próprios posso posteriormente inserí-lo  numa candidatura ao PDR2020?
2) Acha que devo apostar em plantação de monocultura?  
3) Quando devo apresentar a minha candidatura?
4) Quais as probabilidades de ser aprovada?
5) A quem devo recorrer para suporte técnico para a presentação da candidatura?

Aguardo e agradeço desde já os seus comentários sempre assertivos.
Cumprimentos,

Comentários:
1 - Se não estiver desempregado e caso não precise de obter rendimento agrícola para sustentar a sua família nos próximos 5 anos, o pistácio é uma excelente opção se os terrenos tiverem os solos e o clima adequado para esta cultura. Para o efeito deve preparar o plano de negócios prevendo financeiramente as necessidades de capital para o período temporal em que terá a tesouraria negativa (não há rendimento por falta de produção ou o valor gerado pelas vendas é inferior ao custo de exploração anual).  

2 - Acho que deve optar por uma primeira atividade agricola e quando a tiver dominada deve investir numa 2.ª atividade. Dessa forma diminui o risco do negócio. Caso tenha condições de clima creio que o mirtilo poderia ser uma opção a ponderar pelo seu potencial de mercado e de rentabilidade a longo prazo, comercialização organizada, assistência técnica, etc.

3 - Sobre estas culturas e para as restantes questões marque uma consulta por skype com a Eng. Sónia Moreira da Espaço Visual (917075852).

NOTA: O autor deste blogue reserva-se o direito de publicar e responder aos e-mails e comentários que lhe são enviados (critérios: disponibilidade de tempo e interesse para os leitores). Os e-mails e comentários a merecer resposta devem obedecer à seguinte condição: o seu autor deve estar devidamente identificado com endereço e-mail e número de telemóvel.

Sem comentários: