Reforma dos Políticos!

Hoje falando com um amigo de Ponte de Lima informou-me que o meu colega do curso de Agronomia, Daniel Campelo, se encontra reformado pela política.

Se este colega não está reformado por doença ou invalidez, é espantoso que um político consiga obter a reforma completa com pouco mais de vinte anos de trabalho. Qual o desgaste que sofre o político, face aos restantes trabalhadores, que justifique que os anos de trabalho contem a praticamente a dobrar para a reforma?

Para haver justiça, os políticos deveriam ser melhor remunerados e os anos de trabalho dos políticos deveriam ser contados como os de todos os trabalhadores.

Penso que a política tem mordomias interessantes para um técnico mudar de vida!
Dei comigo a reflectir sobre o que faria se hoje tivesse direito à reforma. É fácil sonhar! É bem mais difícil enfrentar a realidade do dia-a-dia…

Comentários

Anónimo disse…
quem quer trabalhar, não lhe aprovam os projectos, quem não quer vai para a politica e espera pela reforma.
armanado disse…
Aparentemente este tema não desperta muitos cometários
A.Almeida
armanado disse…
Esta indiferença revela o consentimento passivo do cidadão e da sociedade em geral.
Se bem se recordam, nas últimas eleições os votos brancos foram superiores aos do bloco de esquerda. A comunicação social não dá muita importanciaa este facto revelador da passividade e da indiferença do portugues.
É necessário agir. Como?
José Silva disse…
...
Arranjando candidatos a deputados 'brancos' a caminho duma nova maioria absoluta 'branca' ;-)

Eu sou o 1º (último?) da lista!

Toca a votar em nós (os brancos) e não nos cinzentos/furta-cores!

Não haverá mais 'poluição' política (nem 'climática').

Mensagens populares deste blogue

Rentabilidade da Cultura da Vinha e Economias de Escala

Ajudas ao investimento nos castanheiros