Crise, uma maré de oportunidades!

Na minha atividade de negócios que desenvolvo diariamente, constato que os resultados da crise, no imediato, em 2012, irá traduzir-se na falência de maior número de empresas, face às previsões, o que quer dizer que o desmprego estará entre os 15 e os 18% e o crescimento será superior a -5%. Por outro lado, noto que há pessoas/empresários que reagem à crise atuando como maré de oportunidades, estudando novos negócios (elaborando o respetivo plano de negócios), constituindo empresas e investindo. Sei que esta "onda", na atualidade, é pequena", mas está a ganhar corpo e no final de 2013 notaremos uma grande transformação, para melhor, no tecido empresarial de Portugal

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Rentabilidade da Cultura da Vinha e Economias de Escala

Ajudas ao investimento nos castanheiros