PDR 2020 Ação 3.2.3 – Diário de Candidatura - Investimento numa exploração agrícola apoiado por um instrumento financeiro (semana 3)



Tendo publicado o 1.º post sobre este assunto no passado dia 28 de março https://josemartino.blogspot.com/2020/03/pdr-2020-acao-323-diario-de-candidatura.html  e prometido dar novidades dentro de 8 dias, a evolução do processo durante a semana que agora termina, semana 3 do processo foi a seguinte:

A Caixa de Crédito Agrícola Mútuo (CCAM) respondeu no dia 2 de abril último ao e-mail enviado em 27 março com o pedido de desculpas pela resposta tardia, devido às últimas semanas terem sido intensas e com muita informação para processar pelas operações COVID-19. “De facto, o Crédito Agrícola é um dos bancos protocolados na Linha FEI referida. Contudo atendendo a esta situação de pandemia em que entramos, ainda não estão desenvolvidos todos os suportes internos para a comercialização da linha. Assim que hajam novidades, que espero aconteçam em breve, entrarei em contacto.”


Como resposta dei nota da minha preocupação pela linha ainda não estar desenvolvida pelo Crédito Agrícola porque o seu funcionamento regular é muito importante porque veicula os principais apoios públicos ao investimento pelo PDR 2020, neste ano de 2020, jovens agricultores e investimentos nas explorações agrícolas, assentam nela conforme se pode verificar pelo plano de abertura de candidaturas PDR2020 para o presente ano file:///C:/Users/JMartino/Downloads/Plano+Abertura_+12.02.2020+(002)%20(6).pdf.
Ficou a promessa por parte da CCAM, logo que possível, darem notícias sobre o funcionamento e operacionalização da linha de crédito.



A consultora que contratei
para tratar do meu projeto de investimento na agricultura continuou a analisar a documentação enviada pela CGD para lhe dar resposta. Foram colocados verbalmente pormenores sobre o Plano de Negócios tendo este banco dado todos os esclarecimentos necessários para a Consultora poder avançar na elaboração do Plano de Negócio (prevê-se mais 3 semanas para ficar concluído).


Até esta data o BancoBPI e Santander ainda não deram notícias.


Nos “mentideros” do Ministério da Agricultura circula a versão que há acordo entre os 4 bancos para avançarem todos ao mesmo tempo com a operacionalização dos apoios desta linha de crédito (mesmo que nesta altura alguns dos bancos estão à frente dos outros na tramitação da linha de crédito, esperam que na hora de avançar esteja a funcionar em cada um dos 4 bancos, ou seja, este processo irá levar largos meses a contratar o apoio à 1.ª candidatura).


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Rentabilidade da Cultura da Vinha e Economias de Escala

Ajudas ao investimento nos castanheiros