Mirtilos (11)

Rui Castanhola disse:

"Boa tarde Sr. Engenheiro.
Estive a ler este post e a situação descrita pelo Sr. José Carlos é semelhante á minha na medida em que só me poderei dedicar em part time.
Conclui em Novembro de 2011 uma plantação de mirtilo com num terreno com aproximadamente 3500m2 onde tenho 775 plantas (metade são Duke e a outra Bluecrop).
Na altura que fiz a minha plantação não era possível me candidatar a qualquer financiamento da PRODER visto que a plantação tinha menos de um hectare e está localizada numa zona que não é considerada desfavorecida (Avelãs de Cima – Anadia).
Após a leitura do seu 8º ponto a minha questão é se ainda me posso candidatar a algum tipo de apoio para a minha exploração, pois tenho intenção de fazer uma cobertura da exploração com rede anti granizo, para deste modo evitar situações desagradáveis como as que se verificam com alguns produtores de vinho no Douro.
Cumprimentos"

Comentários:

1 - Pode candidatar os investimentos que necessita realizar na sua exploração às ajudas previstas para os Investimentos de Pequena Dimensão (ação 1.1.2 do ProDeR), obtendo um incentivo não reembolsável no valor de 40% do investimento. Para ter acesso a estas ajudas terá de dar inicio de atividade nas finanças e ter o terreno em seu nome ou possuir um contratro de arrendamento ou comodato para ter o direito de o explorar.

2 - Na minha opinião deveria candidatar a rede que lhe serviria de anti-granizo e anti-pássaro, bem como recomendo que adense a plantação para o dobro das plantas, de forma que também duplique a produtividade nos primeiros anos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Rentabilidade da Cultura da Vinha e Economias de Escala

Ajudas ao investimento nos castanheiros