Ajudas ao investimento em PAM

ANDREIA disse:

"Olá sou Andreia e sou da zona de Barcelos mas estou atualmente no extrangeiro. Gostaria de o felicitar pelo blog. Eu e o meu marido gostavamos de regressar a Portugal para fazermos por ervas aromaticas pois conhecemos aqui em franca pessoas que as compro. mas e perciso envestir mas neste momento nao tenho condicoes. o que gostava de saber é se tambem tenho possiblidade de meter o projeto que tanto falam aqui e se seria aceite? nao tenho ninguem que exclareca e que ajude obrigado de avanço"

Comentários:
1 - Para mim é uma surpresa saber que este blogue tem interesse para emigrantes.

2 - Poderá instalar-se como jovem agricultora recebendo as ajudas respetivas (prémio no valor de 40% do investimento, tendo um valor máximo de 30 000 euros e subsídio ao investimento no valor de 50% ou 60% do investimento elegível (valor de investimento aceite pelo Proder) conforme cada parcela se situar em região favorecida ou desfavorecida, existe uma portaria que faz a classificação por freguesia) se tiver idade compreendida entre 18 e 40 anos (mais de 18 anos e menos de 40 anos (perde o acesso às ajudas no dia que fizer 40 anos)). Ou tendo mais de 40 anos pode usufruir das ajudas para modernização e capacitação das empresa agrícolas, ação 1.1.1 podendo usufruir de um subsídio de 30% ou 40% do investimento elegível, conforme as suas parcelas estejam situadas em regiões favorecidas ou desfavorecidas, respetivamente.

3 - Para saber o que eu penso sobre a possibilidade de submeter o seu projeto ao Proder leia neste blogue o post "não há fome que não dê em fartura".


4 - Como possuem contactos comerciais em França, defendo que deveriam montar uma empresa para exportar e valorizar as produções de outros produtores de PAM.

4 - Para mais informações e esclarecimento de pormenores pode marcar uma consulta por skype com a Eng. Sónia Moreira da Espaço Visual (917 075 852; sonia.moreira@espaco-visual.pt)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Rentabilidade da Cultura da Vinha e Economias de Escala

Ajudas ao investimento nos castanheiros