Mensagens

A mostrar mensagens de 2018

Estou desempregada, o que devo fazer na agricultura?

Sr. Engenheiro, boa noite
Sou da zona Centro estou desempregada e está difícil encontrar emprego, tenho pensado em rentabilizar um terreno com cerca de 1 hect.  mas não sei bem o que fazer  se a produção de caracóis ou cogumelos,  gostaria de obter a sua ajuda e opinião sobre qual das duas será a mais rentável e com menos empate de capital inicial, tenho algumas economias a minha idade não permite candidatar-me  aos apoios. 
Cumprimentos e um Feliz Natal
Comentários: 1. Não há limitações na idade para obtenção de ajudas financeiras públicas ao investimento. Se tiver mais de 41 anos não pode candidatar-se às ajudas de apoio à 1.ª instalação de jovens agricultores, esta é a única limitação decorrente da idade. Pode obter incentivos não reembolsáveis da ordem dos 40%.
2. As 2 atividades que indicou, caracóis ou cogumelos, têm limitações de mercado, pelo que, recomendo que faça uma pesquisa de mercado para encontrar um player comercial credível que lhe garanta o escoamento, valoriz…

Parcerias de investimento na agricultura

Boa noite Dr José tudo bem com o senhor ? Olhe venho pedir lhe uma informação . vi mesmo a pouco uma publicaçao sua no seu blog e ja faz algum tempo um post de ( pedido ) de ajuda por parte de Ana carvalho sobre physalis .... A minha pergunta é o Senhor é investidor na area de fruticultura ? Pelo que li quanto aos iniciantes se juntarem a um investidor .
Cumprimentos
Comentários: 1. A área de fruticultura é aquela que me identifico mais como investidor e onde tenho atividade produtiva na agricultura.
2. Consolidei investimentos que fiz em sociedade com jovens agricultores e só voltarei a analisar novas operações de parceria no investimento a partir do ano 2020.

Poda de Kiwis

A Espaço Visual organiza o curso de formação  profissional sobre poda de kiwis Inscrições: http://formacao.espaco-visual.pt/confirmainscricao.aspx?id=49 INFORMAÇÃO SOBRE O CURSO Duração: 7 horas - 12 janeiro de 2019 ÁREA DE FORMAÇÃO Kiwi OBJECTIVO GERAL Promover o desenvolvimento, a produção e a fitossanidade do kiwi. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS - Destacar a importância da poda no conjunto das operações culturais do kiwi;
- Distinguir as diferentes podas aplicadas ao kiwi;
- Proceder à poda de inverno de fêmeas e de machos. METODOLOGIA Metodologias expositivas, demonstrativas e ativas. Execução prática da poda em
contexto real. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. A poda de inverno no contexto das operações culturais do kiwi;
2. A estrutura da planta;
3. Diferenças entre poda de machos e poda de fêmeas;
4. Cuidados fitossanitários.

Cerejeira

Eng. José Martino, bom dia, Quais os solos e climas mais adequados para a cultura da cerejeira? Muito agradecido se tiver resposta. Atentamente,
Comentários: 1. Solos: a cerejeira prefere solos frescos, profundos (pelo menos 0,8 metro de profundidade) e com boa drenagem, sendo o pH mais favorável entre 6,0 e 7,5. Bem drenados para garantir que não existe excesso de água no solo durante a época das chuvas. Caso contrário, há risco de surgirem doenças radiculares causando a morte das plantas. É recomendável que a toalha freática esteja localizada abaixo de 1 metro de profundidade. A textura do solo deve ser determinada pela análise mecânica, sendo as mais adequadas as texturas franco-arenosa ou franco-argilo-arenosa.
2. Clima: Tem influência determinante nas épocas de floração (fevereiro/março) e colheita (abril a agosto) devido às geadas ou chuvas, respetivamente, as quais causam morte das flores ou rachamento dos frutos . As cerejeiras estão bem adaptadas aos climas temperados. Não devem se…

Castanheiro

Bom dia.
Quanto tempo demora a produzir após plantação de castanheiro com 1 ano e 1 metro de altura?
A partir de que ano a produção é normal?
As primeiras produções serão de quanto? Por ha, claro.
Cumprimentos 

Comentários:
1. O tempo da entrada em produção de um castanheiro e a plena produção* (quando o souto atinge a produção máxima esperada que se mantém ao longo da sua vida útil de produção) depende se o solo onde o planta é muito, medianamente ou pouco, fértil, bem como da quantidade de matéria orgânica que aplica. Também varia, se o castanheiro está em regadio ou sequeiro, mesmo neste último caso, qual o apoio que é dado à planta para controlo do stresse hidrico durante o verão e tem a ver com o porta enxerto e a variedade do castanheiro.

2. Tendo em conta o descrito em 1. a entrada em produção ocorre entre o 3.º ano e o 5.º ano e a plena produção entre o 5.º e o 10.º ano.

3. As primeiras produções podem variar entre 20-500 kg/ha.

*  Plena produção = "produção normal"

VISITA DE CAMPO A EXPLORAÇÕES DE BOVINOS PARA CARNE CERTIFICADA | 10 DEZEMBRO

Imagem
É produtor ou está interessado em produzir carne certificada?
No próximo dia 10 de dezembro vai realizar-se a última visita de campo promovida pela CIM do Tâmega e Sousa a explorações de bovinos para carne certificada que terminará com a apresentação e discussão do Modelo de Negócio para a produção de carne certificada. 
INSCRIÇÕES Gratuita, mas obrigatória até 7 de dezembro.
Formulário de inscrição: https://goo.gl/forms/GcMOJsaEnNuAURDw2


A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) está a desenvolver um estudo para aferir o potencial económico do setor agroalimentar do Tâmega e Sousa e, nesse âmbito, vai dinamizar um conjunto de visitas de campo a explorações agrícolas e unidades empresariais de referência regional e nacional neste setor. Depois das visitas a explorações agrícolas de cogumelos, de kiwis, de mirtilos, de Vinho Verde e de hortícolas em MPB, a sexta e última visita de campo será a duas explorações de bovinos para carne certificada – do produtor Nél…

CONFERÊNCIA DE PEQUENOS FRUTOS - ALMEIRIM - 5 DEZEMBRO

Imagem
CICLO DE CONFERÊNCIAS DE PEQUENOS FRUTOS
No âmbito do Ciclo de Conferências promovido pela Vida Económica, decorre dia 5 de dezembro, no Auditório da Biblioteca de Municipal Marquesa de Cadaval, em Almeirim, entre as 14H30 e as 18H00, uma sessão sobre Pequenos Frutos.
Estarei presente como orador para apresentação do tema "A Importância do Conhecimento dos Modelos de Produção".

Investimento Olival

Boa noite Sr. Engenheiro Queria apenas perguntar ao senhor o que era necessário para iniciar um projeto no âmbito de olival quais seriam as regras a seguir... Tenho alguma oliveiras e gostaria se der poder fazer um projeto a esse nível... Desde já o meu muito obrigadoComentários:1. Para se candidatar aos fundos financeiros públicos de apoio ao investimento na agricultura, pacote de ajudas denominado PDR2020, tem de deter um titulo formal que lhe permita explorar a terra objeto do investimento durante o período de tempo necessário para amortizar o investimento, havendo uma imposição de um período temporal mínimo de 5 anos. O titulo formal para explorar a terra pode ser a certidão do registo predial que comprove que é proprietário da terra, um contrato de arrendamento que comprove que é arrendatário ou contrato de comodato ou cedência gratuita no qual assume o estatuto de comodatário.2. Deve avaliar ao mesmo tempo qual o player comercial o mais perto possível do local de produção…

Groselha

Bom dia,
Estou a ponderar investir na cultura da groselha e gostaria de saber a sua opinião.
Obrigada

Comentários:
1. Deve investir na cultura da groselha se tiver operador comercial que lhe valorize as produções.
2. Além do indicado em 1. deve ter a sua exploração situada em local que lhe garanta a precocidade da colheita (entre 1 a 15 de junho há uma data a partir da qual o preço de remuneração ao produtor baixa para valores que não pagam os custos diretos da mão de obra da colheita).
3. Se conseguir cumprir as condições indicadas em 1. e 2. terá uma atividade de produção de pequenos frutos muito interessante, com rentabilidade e menor necessidade de mão de obra, face ao mirtilo ou framboesa, quer para todo o ciclo cultural, quer para a colheita (em cada gesto de colheita manipulam-se cachos em lugar de frutos individuais).

Agoalimentar do Tâmega e Sousa: qual a estratégia para o desenvolver e criar valor? (II)

Boa noite,

Ouvi-o hoje dia 30 de novembro falar no Forum para a Competitividade do Tâmega e Sousa, Cinfães e fiquei com a dúvida sobre qual a estratégia que defende para desenvolver e criar valor pelo agroalimentar da região.
Consegue esclarecer-me?

Agradeço o que entenda dizer-me sobre este tema.

Cumprimentos,

Comentários:
1. Na sequência do meu post anterior para colocar os agentes/players que já estão no terreno a quererem fazer melhor e fazerem mais, a cooperarem entre si na produção, no acesso a fatores de produção, na comercialização das produções, acesso ao mercado, etc. a estratégia passa por mostrar os casos de sucesso empresarial, valorização das produções e acesso ao mercado, através de visitas de estudo, workshops, conferências e outros tipos de eventos. 
2. Da estratégia também fará parte a elaboração de modelos técncio- económicos para as principais atividades do agroalimentar, documentos que identificarão as melhores práticas ao nível do investimento e das práticas culturais…

Agoalimentar do Tâmega e Sousa: qual a estratégia para o desenvolver e criar valor?

Boa noite,

Ouvi-o hoje dia 30 de novembro falar no Forum para a Competitividade do Tâmega e Sousa, Cinfães e fiquei com a dúvida sobre qual a estratégia que defende para desenvolver e criar valor pelo agroalimentar da região.
Consegue esclarecer-me?

Agradeço o que entenda dizer-me sobre este tema.

Cumprimentos,

Comentários:
1. A estratégia para desenvolver para valorizar o agrolimentar do Tâmega e Sousa passa por colocar os agentes/players que já estão no terreno a quererem fazer melhor e fazerem mais, a cooperarem entre si na produção, no acesso a fatores de produção, na comercialização das produções e acesso ao mercado.

2. Como fazê-lo? será objeto de outros posts.

Banco de Terras

Sr. Eng. Martino, boa tarde,O que é um banco de terras e para serve?
Agradecido.
CumprimentosComentários:1. Obanco de terras é uma instituição que pode ser detido por umaComunidade Intermunicipal ou uma Câmara Municipal com o objetivo de arrendar terras aos proprietários que voluntariamente as queiram colocar no banco para as subarrendar a agricultores, jovens agricultores ou outros empreendedores que se queiram dedicar à agricultura e floresta.2. Trata-se de um banco porque recebe por arrendamento o depósito do capital “terra”, garante a devolução do capital e enquanto o utiliza paga um juro que corresponde à renda anual.
3. Através do banco de terras o proprietário de terrenos agrícolas e/ou florestais tem a oportunidade para os ter bem tratados através de agentes que têm como objetivo trabalhá-los com rentabilidade.
4. Colocam terrenos no banco de terras os proprietários de terrenos agrícolas e/ou florestais que não têm vocação para os explorarem ou por falta de tempo ou por idade av…

Preço justo das produções agrícolas: adesão e compra do consumidor

Erwin Shopges, Presidente da Associação Europeia de Produtores de Leite (EMB) e da cooperativa belga Faircoop, apresentou  no ‘1º Colóquio Nacional do Leite’ organizado pela  Associação dos Produtores de Leite de Portugal (APROLEP) e a Associação dos Jovens Agricultores do Distrito do Porto (AJADP) no passado dia 23 de novembro, em Vila do Conde, a marca própria de leite e laticínios ‘Fairebel’ criada em 2010, com o objetivo de obter valor acrescentado: “Não queremos viver de ajudas públicas, queremos viver da produção de leite. É preciso que o preço do leite cubra os custos de produção, incluindo um salário justo para o agricultor. Apelo às associações portuguesas que se juntem a nós para mudarmos a política europeia, implementando mais projetos de leite justo na Europa e um programa de responsabilidade do mercado”. 
É um caso de sucesso porque graças a uma forte campanha de marketing junto do consumidor final, em oito anos, chegou aos 10 milhões de litros de leite com preço justo ven…

Candidatura a apoios públicos ao investimento

Boa noite,

Gostaria de saber como posso fazer a minha candidatura. Tenho um terreno com 5000 hectares e com bastante água.
Comentários:
1. Para saber todas as condições para se candidatar com sucesso aos fundos financeiros públicos de apoio ao investimento através do programa PDR2020 recomendo que marque uma visita ao terreno  com a Eng. Sónia Moreira da Espaço Visual (917 075 852).

2. Para a superfície indicada e para regadio certamente haverá várias culturas alternativas  que poderão ser opção em função dos players e das condições de comercialização e de acesso ao mercado.

3. Os investimentos terão muito a ver com a disponibilidade de capitais próprios que possa alocar ao projeto porque sem esta componente do promotor não é possível fazer investimentos mesmo tendo a sua candidatura aprovada (ao apoios representam 20 a 50% do investimento total)

Cultura do Pistácio

Este Curso de formação profissional em e-learning inicia-se amanhã, 29 novembro Inscrições: http://formacao.espaco-visual.pt/confirmainscricao.aspx?id=101&accao=632
Informações: Pedro rebimbas 224509047 CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃOHabitações mínimas de acesso: 9º ano.
A candidatura só é válida após o pagamento da inscrição e o envio dos documentos necessários: Certificado de habilitações e Declaração comprovativa de dados de identificação. OBJETIVO GERALCom este curso o formando poderá adquirir competências e conhecimentos para conhecer esta cultura assim como todas as práticas culturais a ela associadas e efetuar as operações inerentes à implantação, manutenção, condução e colheita de pistácio.

É constituído por 25 horas (24 horas assíncronas e 1 hora síncrona, correspondente à Masterclass prevista na formação), desenvolvido totalmente à distância. OBJETIVOS ESPECÍFICOS- Identificar a morfologia, ciclo cultural e vegetativo e estádios fenológicos da cultura do pistácio;
- Identificar os pri…

CEREJA DE RESENDE - Sessão Pública de apresentação dos resultados do primeiro ano de projeto

Imagem
Grupo Operacional  Cereja de Resende
O Grupo Operacional Cereja de Resende, promove no próximo dia 7 de dezembro, pelas 9h00, no Auditório Municipal de Resende, a apresentação dos resultados do primeiro ano de projeto.

Estarei presente como orador na sessão para apresentação do "Modelo de negócio da Cereja - Região do Tâmega e Sousa".


Pistacio

A revista Voz do Campo publicou o seguinte artigo:
A consultora agrícola Espaço Visual vai arrancar no dia 29 de novembro, com um curso sobre a Cultura do Pistácio, cujos participantes terão também acesso exclusivo à conferência “masterclass”, denominada “O futuro do pistácio em Portugal”, cujo orador será o engenheiro José Martino. O pistácio é uma cultura com grande rentabilidade e moderado investimento, estando a ter um enorme sucesso em Portugal. O nosso país possui condições climáticas favoráveis à produção de vários frutos secos, entre os quais se encontra o pistácio, cujo incremento de interesse entre os jovens agricultores e o aumento dos hectares de produção é, em grande parte, resultado do trabalho da consultora agrícola Espaço Visual e do engenheiro José Martino, que esteve na base da criação da Fruystach, organização de produtores fundada em 2015. Estas duas entidades desenvolveram uma parceria estratégica baseada nas modernas tecnologias, soluções de financiamento, promo…

Vinhais: quais as culturas que devo apostar?

Bom dia Sr. José Martino, venho por este meio questioná-lo sobre umas duvidas que tenho e que estou interessado em concretizá-las.
Os meus pais são naturais de uma aldeia que pertence ao concelho de Vinhais e possuem terrenos cultivados com castanheiros, oliveiras e vinhas. Eu gostava de me informar com alguém caso conheça ou consigo se estiver dentro do assunto, pois queria dar mais rentabilidade aos terrenos. O meu interesse é cultivar mais árvores de fruto como castanheiros, oliveiras e recentemente tive a ler sobre a árvore de pistácios. Sei que os meus pais recebem um subsidio pelos terrenos mas queria-me informar sobre projectos agrícolas ou mais ajudas financeiras que possa ter com a realização das minha ideias.
Aguardo uma resposta, Cumprimentos
Comentários: 1. Dar maior rentabilidade aos terrenos terrenos passa por avaliar quais as culturas agrícolas que terão maior aptidão para os solos e clima das parcelas que possui em Vinhais.
2. Além do indicado em 1. é preciso…

PAWLONIA

Boa tarde Sr. Eng. José Martino 
Sou seguidor regular das suas publicações quer no blog quer através da Espaço Visual e que muito têm enriquecido a área agrícola.
As minhas questões vão no seguinte sentido;
Tenho um terreno florestal na zona de Celorico de Basto e estive a analisar vários sites e opiniões online sobre as Paulownias.
Será uma boa opção em termos de rentabilidade e em termos de escoamento de produto?
Serão precisas algumas autorizações/projectos do ministério da agricultura?
Qual o nível de crescimento dessa espécie em Portugal?
Obrigado 

Cmps
Comentários: 1. A Pawlonia  em Portugal tem taxas de crescimento elevadas quando colocada em terrenos com alguma fertilidade e água.
2. Ao nível da valorização, rentabilidade e escoamento tenho dúvidas se a médio prazo será um bom negócio. No entanto, recomendo que faça uma pesquisa de mercado pelos players que na sua região comprem madeira, ouça as suas opiniões, reflicta, pondere e decida.
3. Votos de bons negócios

Cultura Aveleira: Curso E-Learning (25h) - Formação Complementar Jovem Agricultor

Inscrições: http://formacao.espaco-visual.pt/confirmainscricao.aspx?id=114&accao=586  Inicio:26/11/2018 Términus:17/12/2018 Contato: 224 509 047
CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃOAdultos com idade igual ou superior a 18 anos; 9º ano de escolaridade (habilitações mínimas de acesso); Jovens Agricultores com projetos no âmbito do PDR2020;
Documentação Necessária:
Certificado de habilitações;
Declaração comprovativa de dados de identificação;
Comprovativo de pagamento do curso OBJETIVO GERALCom este curso o formando poderá adquirir competências e conhecimentos para efetuar as operações inerentes à implantação, manutenção, condução e colheita de pomares de aveleira, segundo os princípios de Proteção Integrada.

É constituído por 25 horas (24 horas assíncronas e 1 hora síncrona, correspondente à Masterclass prevista na formação), desenvolvido totalmente à distância e com base os conteúdos da UFCD 6343 de nível 2 (do referencial 621277 - Operador/a Agrícola). Enquadra-se na formação complementar definida …

Framboesa

Boa Tarde. O meu nome e Cristóvão e estou a formar um projeto de framboesas , gostaria de saber se me poderia ajudar num plano de rega,  nutrição biologica de framboesa nas três fases da plantação como enraizamento, crescimento vegetativo e floração.
Obrigado

Melhores comprimentos
Comentários: 1. Para ir de encontro às suas necessidades, conforme o exposto acima, recomendo que faça um curso formação sobre a cultura da framboesa.
2. A Espaço Visual tem ações de formação sobre esta cultura e pode elaborar os planos de rega e nutrição (contate a Eng. Sónia Moreira: 917 075 852)

Fórum para a Competitividade do Tâmega e Sousa

Serei orador neste evento em representação da Ruris:

Fórum para a Competitividade do Tâmega e Sousa
Território e Dinâmica Empreendedora30 de novembro de 2018
Auditório Municipal de Cinfães
PROGRAMA
9h30 Receção aos convidados
9h45 Abertura
Armando Mourisco, Presidente do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa
10h00 Tâmega e Sousa: um território desafiante
Moderador: Vítor Pinto Jornalista da TVI
Telmo Pinto, Primeiro-Secretário da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa
José Martino, CEO da Ruris
José Marques da Silva, CEO da Finance XXI Consulting
Debate
11h15 Pausa para café
11h30 Indústria 4.0: o saber-fazer industrial
Moderador: Armindo Mendes, Jornalista da Lusa
Júlio Martins, CEO da IRMALEX – Centro de Serviços Siderúrgicos S.A.
João Costa, Vice-Presidente da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal
Fábio Duarte, Presidente da Comissão da Industry Business School - ESTG | P.Porto
Debate
12h30 Almoço
14h15 Tâmega …

Antes de investir numa plantação: o que devo fazer?

Boa tarde eng.  Sou proprietário de vários hectares de terra na zona de Granja-Amareleja e estou a estudar a possibilidade de efectuar plantação na respectiva zona. As minhas dúvidas são : serão os solos adequados? Qual o tipo de árvore indicado? Escoamento do produto? . Cumprimentos
Comentários:
1. Deve promover um estudo técnico dos solos e climas da sua propriedade, o qual permitirá definir uma gama de culturas com aptidão.
2. Das culturas obtidas em 1. deve fazer uma pesquisa de mercado, seja o levantamento local dos operadores e estruturas de comercialização, seja o levantamento pela internet das Organizações de Produtores e outras entidades que estejam mais à distância da sua exploração agrícola.
3. Tendo em conta o estudo de mercado, as atividades com ajustamento à sua exploração, a dimensão das atividades, a possibilidade de produzir em regadio ou não, a distância ao local de entrega das produções e o respetivo custo de transporte, etc. estará em condições para tomar uma decisão sob…

Produção de Uvas na Região Demarcada do Dão

Boa noite Eng  José Martino,  Pode me dizer a viabilidade de uma plantação de vinha dominação DÃO. 
Com os melhores comprimentos.
Comentários: 1. Como me faz a pergunta no âmbito de um post sobre 1.ª instalação de jovens agricultores, presumo que me questione sobre a viabilidade de uma exploração vitícola para a produção de uvas para vinhos do Dão, cujo destino das uvas pode ser outros vinificadores da Região Demarcada ou adega própria.
2. Na minha opinião, para cada uma das hipóteses indicadas em 1. há rentabilidade, a qual está ligada à sua capacidade de gestão para produzir o máximo de quantidade de uvas das castas recomendadas para a viticultura regional, junto com a mais alta qualidade (adequado estado de maturação tendo em conta o tipo de vinho a obter, sãs, etc.) e à dimensão da exploração que lhe vá rentabilizar os investimentos que teve que realizar na implantação da vinha (plantação, melhoramentos fundiários, infraestruturas, construções e aquisição de máquinas e equipamentos).  

Limas e Limões

Boa noite,

Tenho um terreno em Vila do Conde e gostaria de plantar limas e limões. Recomenda?

Cumprimentos.


Comentários:
1. Tem operador comercial idóneo, experiente, estruturado, o qual tem interesse nessas produções de limas e limões?

2. Se respondeu sim à questão colocada em 1. avance no estudo para perceber se o seu terreno tem aptidão para os citrinos: região não sem problemas de geada invernal e ventos fortes, solo bem drenado, rico em cálcio, etc. Contrate um técnico agrícola para lhe fazer este trabalho (contrate a Eng. Sónia Moreira da Espaço Visual (8917075852)).

3. Recomenda? Sim, se cumprir as condições indicadas em 1. e 2. e ao mesmo tempo tempo o terreno tiver a dimensão adequada mínima para dar produções em quantidade que justifiquem a entrega em função da distância da produção ao entreposto de entrega da fruta (há casos em que é preciso percorrer centenas de quilómetros e as entregas são de algumas dezenas de quilos).

Só neste país (II)

Escrevi neste blog o seguinte post:

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018 Só neste país!
Tenho um projecto há 2 anos a aguardar apoio para plantar 10 hectares de sobreiro, e ainda não foi analisado.  Só neste país.  Onde está o apoio à floresta???
Comentários: 1. O Estado Português não é um pessoa de bem, infelizmente, como todos sabemos! Mas cada um de nós tem obrigação de o fazer mudar, mudando o posicionamento da opinião pública.
2. Sinto uma revolta muito grande do meu país não ter um Estado de nação desenvolvida: cumprir os prazos legais a que está consignado na lei! Aliás, estes prazos só existem para o cidadão.
3. Recomendo ao leitor que faça uma petição pública e terei todo o gosto em assinar. Deve também escrever ao Sr. Presidente da República, Sr. Primeiro Ministro, Sr. Ministro da Agricultura, Sr. Presidente da Comissão Parlamentar de Agricultura e Comissário Europeu da Agricultura.
4. Continue a escrever-me porque tenho o maior interesse em acompanhar a evolução do seu processo.
E r…

Abacate

Gostava que me dissesse se será rentável a plantação de abacateiros em Portugal, concretamente em Romariz (entre Santa Maria da Feira e Arouca)e que tipo de terrenos necessito. 

Obrigado. 

1. A cultura do abacate é rentável em Portugal nas regiões que não tenham problemas de geadas de inverno, tenham água para rega e não sejam demasiado ventosas.

2. A ilha da Madeira, o Algarve e mais recentemente a Beira Litoral são regiões onde há cultura do abacate com alguma expressão económica.

3. O abacate é um fruto bem remunerado ao produtor porque há procura no mercado internacional, quer para fresco, quer para a indústria. Em Portugal,excepto na Madeira não há procura pelos portugueses, pois a oferta é pequena e não gerou hábitos de consumo. No entanto, é fruto que tem mercado pela sua riqueza em nutrientes para alimentação humana e pelo boom turístico. 

4. À partida parece-me que Romariz, freguesia de Santa Maria da Feira, não terá aptidão para a cultura pela presença de geadas. Apesar disso, se…

Enxertia em actinidia (planta do kiwi)

Boa noite. 

Pelo segundo ano consecutivo fiz enxertia em meu pé de Kiwi. Ele já tem uns 20 anos porém apenas um lado possui um enxerto de flores masculinas. Colhi alguns brotos que me pareceram bem promissores e fiz a enxertia do lado feminino da planta. Os enxertos funcionam teve um que produziu flores e tudo. Porem logo em seguida morrem. Esse ano repeti o processo e estou obtendo os mesmo resultados alguns estão brotando, outros brotaram e já secaram. O que estou fazendo de errado??? Pode me ajudar??

Comentários:
1. Para a enxertia ter maiores probabilidades de sucesso deve colher durante o pleno inverno o terço médio das varas que produziram frutos, mergulhá-las em água limpa durante 10 minutos, envolvê-las com um saco plástico sem qualquer furo, retirar o máximo de ar enrolando o saco à volta das varas e por último, cobrir todo saco com fita cola para evitar trocas gasosas entre o interior e exterior do saco. Este deve ser colocado no frigorífico (refrigerador no Brasil ou geleira e…