O Trabalho do Ministro da Agricultura – a Satisfação dos Seus “Clientes”!

O Ministro António Serrano começou oficialmente a receber os seus “Clientes”.

Primeiro recebeu os Estratégicos/Importantes, as Confederações/Associações de Cúpula das Organizações dos Agricultores. Aparentemente as reuniões correram muito bem, o Ministro mostrou abertura para dar às Organizações as Ajudas disponíveis para a Assistência Técnica, bem como para apresentar uma metodologia de cooperação a vários níveis, conselhos consultivos tanto ao nível do Gabinete de Planeamento e Política (GPP), como das Direcções-gerais e até do Gabinete do Ministro. Seguidamente, certamente irá receber os restantes clientes de nível mais baixo.

Será que o Ministro António Serrano conseguirá convencer o Primeiro-Ministro e o Ministro das Finanças a darem-lhe para 2010 os meios financeiros mínimos necessários para satisfazer as expectativas que criou nos seus “clientes”?

É bom lembrar ao Ministro António Serrano que a “empresa” que dirige é monopolista, pelo que, ou melhora os seus serviços ou não lhe restarão mais do que três meses de “estado de graça”. Nessa altura, eu espero que todos estejamos bem mais satisfeitos do que neste dia de S. Martinho de 2009, pois hoje há muitas dúvidas e incertezas quanto ao futuro na Agricultura Portuguesa.

Comentários

José Silva disse…
...
Creio que esses '100 dias' se aproximarão rapidamente dos 'sem dias', já que a herança é pouco (nada?) favorável a 'estado de graça'.

É caso para exigir que essas verbas fiquem explicitamente disponibilizadas na apresentação/discussão/aprovação do OGE.

Mensagens populares deste blogue

Rentabilidade da Cultura da Vinha e Economias de Escala

Ajudas ao investimento nos castanheiros