Plano de negócio (2)

Miguel disse:

"Caro Eng. Martino,

Pelas contingências da conjuntura económica, estou focado em substituir a minha ocupação actual e cada vez mais intermitente de arquitecto de espaços (sub)urbanos pela de jovem agricultor em ambiente rural.
Acompanho o seu blog, já participei em workshops/cursos de formação e já visitei vários produtores agrícolas de diferentes tipo e de vários produtos, desde agricultura convencional a biológica passando por estufas e hidroponia, de produtores PAM a produtores de frutos vermelhos, de produtores de cogumelos a produtores de brassicáceas, de produtores de hortícolas a frutícolas. Complementei as minhas visitas com visitas a grandes distribuidores do sector da zona Oeste e de Santarém.
A minha questão é que neste momento estou numa encruzilhada.
Tenho vontade e determinação em avançar, mas estou consciente que os meus 3 hectares na zona de Oliveira do Hospital, não me permitem ter escala produtiva (volume e/ou oferta para 52 semanas) ou a diversidade/portfólio de produtos consistente e diferenciada no mercado. Além disso estou condicionado pela necessidade de facturação no primeiro ano de cultura. Outra condicionamento é que esta zona tem o sector primário vocacionada para a maça ou queijo da serra que não favorece o associativismo ou a alavancagem de mercados e custos logísticos de produtores de outros produtos. Contudo, não estou condicionado pelo montante de investimento
Gostaria da sua opinião do tipo de culturas podem ser adequadas a esta área e a esta zona de forma a clarificar quais os rumos mais adequados de forma a fazer o meu caminho.
Muito obrigado
Miguel

PS - Irei marcar uma reunião com o Espaço Visual, mas gostaria que esta questão fosse respondida no seu blog porque acredito que para quem está recentemente interessado neste sector, este esclarecimento pode ser importante. A sua resposta irá tornar a reunião muito mais produtiva e consequente."

Comentários:
1 - Agradeço a questão colocada. Creio que me pergunta quais as culturas que recomendo para uma exploração agrícola com 3 hectares de terreno agrícola, com disponibilidade de água para rega (inclui a possibilidade de a captar na exploração)  no concelho de Oliveira do Hospital na ótica da remuneração, desde o primeiro ano, do trabalho do empresário.

2 - Na minha opinião as atividade agrícolas devem pagar o trabalho do empresário a tempo inteiro na atividade, pelo menos, 750 euros por mês.

3 - Nos pressupostos indicados em 1 e 2 defendo que pode investir nas cultura de: framboesa, groselha, horticultura em estufa, floricultura em estufa, porcos bísaros, viveiros, etc.

4 - Defendo que o associativismo deve servir para defesa dos interesses socioprofissionais e que a defesa dos interesses diretos económicos e financeiros devem passar pelo cooperativismo, cooperação empresarial, agrupamento complementares de empresas, etc. O resultado destas formas de defesa de interesses depende mais da vontade própria dos empresários/agricultores do que das atividades, regiões geográficas, etc. etc.


5 - Na minha opinião, deve elaborar um Plano de Negócio para a sua exploração como forma de garantir qual a atividade que melhor satisfaz todos os pressupostos que  traçou como empresário.       

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Rentabilidade da Cultura da Vinha e Economias de Escala

Ajudas ao investimento nos castanheiros